Que a verdade seja dita: ninguém gosta de acessar uma página de internet e ser atacado por aquelas propagandas com áudio que tocam sozinhas. Mas parece que esse pode deixar de ser um problema para quem usa o Google Chrome em um futuro próximo: segundo o que foi prometido pela empresa em um post recente, a versão 66 do navegador vai impedir a execução automática de som em sites.

Isso quer dizer que até vídeos do YouTube vão ser bloqueados de trazer algum áudio? Calma, porque não é bem assim. A técnica desenvolvida por eles é bem mais eficiente: o recurso autoplay só funciona quando a mídia executada não traz som, depois que você clicar no site ou, no caso do desktop, se o usuário já mostrou anteriormente algum interesse na mídia daquele site.

Em resumo, tudo isso quer dizer que o Chrome só vai executar o áudio de mídias que você já tenha o costume ou o interesse de abrir.

Com isso, é só esperar a chegada do update. Mas é bom não ficar ansioso demais – afinal, visto que a novidade havia sido prometida para o Chrome 64, mas foi adiada, não seria surpresa ver a empresa atrasando o lançamento mais uma vez.

Cupons de desconto TecMundo: