Algumas pessoas podem não se sentir tão à vontade quando, depois de assistir a um vídeo no YouTube, recebem uma porção de outros vídeos nas recomendações. Isso porque, muitas vezes, os conteúdos  que deveriam ser personalizados a partir de gostos similares aos que você já mostrou interesse  passam longe do que você consideraria assistir em sã consciência e podem até mesmo ser inapropriados para crianças, por exemplo.

Isso é o que aponta uma recente reportagem feita pelo The Wall Street Journal, que mostra como o algoritmo do YouTube, apesar das recentes modificações, ainda parece um tanto descalibrado.

1

De acordo com a publicação, "a investigação do jornal identificou que as recomendações do YouTube muitas vezes encaminham usuários a canais que apresentam teorias da conspiração, pontos de vista partidários e vídeos controversos, mesmo quando os usuários não mostram interesse em tais conteúdos", afirma o jornalista Jack Nicas, responsável pela reportagem.

"Quando usuários mostram um viés político para visualizar, o YouTube normalmente recomenda vídeos que ecoam esses pontos de vista, muitas vezes com visões ainda mais extremas", completa.

Também se sente desconfortável? O site LifeHacker separou algumas dicas para banir esse tipo de comportamento que o YouTube pode ter. O truque consiste em esconder as recomendações.

2

No Chrome, instale a extensão Distraction Free YouTube. Com ela é possível desativar qualquer página, e você pode facilmente desabilitar também a barra de vídeos recomendados.

Se quiser ter a possibilidade de customizar ainda mais as suas preferências, há o Magic Actions for YouTube, que pode ser instalado para Chrome, Firefox e Opera. Na página de opções, selecione "Esconder elementos da página" (ou Hide Page Elements, em inglês) e, depois, escolha a opção "Vídeos Relacionados".

O recurso ainda permite esconder comentários, vídeos que se autoexpandem e outras opções que podem ser interessantes.

3

Se você tem mais dicas desse tipo, deixe-as nos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: