Demorou, mas veio à tona. Steve Huffman, executivo-chefe do Reddit, admitiu, enfim, que a rede social também foi palco da interferência russa na última corrida eleitoral norte-americana, quando Donald Trump foi eleito. Em comunicado oficial, Huffman revelou que “centenas de contas suspeitas”, todas de origem russa, foram identificadas e removidas da rede entre os anos de 2015 e 2016.

O Reddit estava na mira das investigações sobre a eleição presidencial nos Estados Unidos desde que o senador americano Mark Warner sugeriu, em setembro do ano passado, que as buscas de evidências da ação russa fossem além das fronteiras do Facebook e do Twitter – as duas redes sociais mais expressivas, que concentram o maior número de casos relacionados ao escândalo.

Steve HuffmanSteve Huffman, executivo-chefe do Reddit. Reprodução/AOL

O alerta veio na sequência de um vazamento que revelou o envolvimento da Internet Research Agency, empresa russa conhecida como “fábrica de trolls”, em ações que tentavam influenciar positivamente, de maneira sistemática, a reputação de Donald Trump em diferentes subreddits. Os documentos, a que o Daily Beast teve acesso, indicam que a IRA pode ter atuado da mesma maneira no Tumblr, por meio de pelo menos 21 contas que puderam ser rastreadas.

No comunicado do Reddit, Huffman admitiu que o silêncio da empresa sobre o caso é “frustrante” e que a rede “leva essas questões a sério e está colaborando com as autoridades”.

Para entender o escândalo

A Rússia está sendo investigada pela disseminação digital de fake news que podem ter influenciado a vitória de Donald Trump nos Estados Unidos em 2016. Ao que tudo indica, a divulgação patrocinada de notícias falsas em apoio ao candidato pode ter interferido no resultado das eleições – fato que deixou as autoridades em alerta e provocou um verdadeiro racha na sociedade norte-americana.

As novas evidências devem permitir confirmar quem, além dos russos, está envolvido no escândalo. 

Cupons de desconto TecMundo: