Amazon parece mesmo estar em pé de guerra com a Google. Também pudera, já que a Gigante das Buscas andou aprontando bastante para o lado da concorrente, com o cúmulo da disputa sendo a remoção do suporte ao YouTube para dispositivos com o Echo Show e a Fire TV. Agora, a companhia de Jeff Bezos pode estar próxima de dar o troco e bater de frente com sua rival. Como? Lançando sua própria plataforma aberta de vídeos.

Opa, não estamos falando da Amazon Video, que se assemelha muito mais a serviços como Netflix e Hulu, mas sim de um novo portal no qual os usuários podem publicar e assistir a vídeos livremente. Segundo o pessoal do Engadget, que andou xeretando as patentes da empresa de e-commerce, a Amazon registrou ao menos dois projetos bem interessantes nesses últimos tempos: “Amazontube” e “Opentube”. Quando se fala em domínios comprados recentemente pela companhia, temos ainda AlexaOpenTube.com e AmazonAlexaTube.com.

Nomes bastante sugestivos, não é mesmo? Como se isso não fosse o bastante, a descrição de cada um desses registros dá todas as pistas necessárias para que você junte os pontos e veja que realmente se tratam de adversários diretos do onipotente YouTube. Afinal, o texto diz claramente que ambos os produtos oferecem “trabalhos de áudio, vídeo ou audiovisual, não baixáveis, através de redes sem fio” e permitem aos clientes “compartilhar conteúdo, fotos, vídeos, texto, dados, imagens e outras obras eletrônicas”.

Toda essa história pode tomar rumos bem distintos

Se formos parar para pensar, toda essa história pode tomar rumos bem distintos. Muitas empresas já tentaram desbancar o YouTube ao longo dos anos, disponibilizando ferramentas melhores que as da Google para os criadores ou oferecendo programas de monetizações mais justos, por exemplo. Poucos – ou nenhum – deles aguentaram o tranco. O próprio Facebook anda testando com muito cuidado a sua plataforma de vídeos, levando a empreitada adiante a um passo bem lento quando comparado a outras iniciativas do império de Mark Zuckerberg.

Porém, dá para dizer que, se alguém tem cacife e vontade de bater de frente com a Google, esse alguém é Bezos e sua Amazon. Resta esperar para ver como isso se desenrola no futuro, mas é quase certo que o mercado de tecnologia deve esquentar muito em breve.

Cupons de desconto TecMundo: