Ampliar (Fonte da imagem: Wikimapa)

Estreou na última quarta-feira (10 de agosto) um sistema de mapeamento virtual especialmente concebido para comunidades que pretende trazer mais informações sobre o complexo do Alemão. Criado pela organização não governamental (ONG) Rede Jovem em 2009, o Wikimapa permite a contribuição de moradores do local a partir de fotos enviadas a partir de celulares e outros aparelhos.

Para contribuir com o projeto, basta que o morador entre no site www.wikimapa.org.br e crie um cadastro de forma totalmente gratuita. Até o momento, o sistema já foi adotado no Complexo da Maré e por comunidades da Cidade de Deus, Pavão-Pavãozinho e Santa Marta. No Complexo do Alemão, o objetivo é mapear 16 subcomunidades pertencentes ao complexo e seu entorno.

Inclusão da comunidade

O projeto conta com o apoio das operadoras de telefonia Vivo e Telefônica, responsáveis por ceder aparelhos celulares equipados com GPS e tecnologia 3G. Os dispositivos são usados por moradores selecionados e membros da ONG que, além de mapear o local, têm o objetivo de ensinar a outras pessoas como utilizar corretamente a novidade.

Segundo Natalia Santos, coordenadora da Rede Jovem e uma das idealizadoras do projeto, o objetivo é mudar a impressão que pessoas de fora têm do local. “A ideia é fugir um pouco dos mapas que a gente vê, feitos de violência, e colocar no Wikimapa tudo de bom que há na comunidade, para que outras pessoas possam conhecer”, afirma.

A iniciativa se destaca por trazer mais inclusão a uma área normalmente ignorada pelas grandes empresas de mapeamento. No Google Maps, por exemplo, muitas comunidades semelhantes aparecem de forma borrada ou chegam a ser totalmente eliminadas pelo serviço. As informações são da Agência Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: