Na tentativa de coibir as práticas de bullying virtual, o estado de Washington, nos Estados Unidos, estipulou uma lei voltada para esse fim. Entretanto, o grupo de direitos digitais Electronic Frontier Foundation (EFF) comentou que essas medidas estão indo longe demais.

A princípio, o intuito dessa lei seria de proteger os usuários de internet de perseguição virtual, mas parece que já há casos nos quais ela vai além de punir contra alguns tipos de assédio na internet. Aliás, o próprio grupo tinha se colocado contra essa medida quando ela foi proposta em 2015, citando que isso poderia acabar enquadrando casos errados em seu texto e gerando julgamentos dúbios.

Também houve a menção de que vários dos exemplos que poderiam ser enquadrados nessa lei quando ela foi criada não eram totalmente ilegais, o que acabaria indo contra os princípios de expressão que estão descritos na constituição norte-americana.

Vários dos exemplos que poderiam ser enquadrados nessa lei quando ela foi criada não eram totalmente ilegais

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o estado de Washington propõe uma lei que abre margem para averiguação. O próprio EFF está de olho nesses casos, já que, para eles, muitos deles ferem a constitucionalidade.

Cupons de desconto TecMundo: