A Google anunciou hoje através do Search Engine Land que o seu buscador para desktops não vai mais carregar resultados de busca enquanto o usuário está digitando sua pesquisa. Essa função, conhecida como Google Instant, foi implementada no buscador em 2010 e era tida como uma revolução para os motores de busca online na época.

Contudo, o recurso nunca fez muito sentido no mundo mobile, onde só as sugestões de pesquisa já ocupam metade da tela, e o resto fica coberto pelo teclado. Em essência, mesmo que a busca instantânea fosse sendo carregada enquanto a pessoa digita no celular, ela não conseguiria vê-la até que terminasse sua sentença, recolhendo então o teclado para baixo e as sugestões de pesquisa para cima.

Como a maioria das buscas do Google hoje são feitas no celular, a companhia resolveu eliminar do desktop os resultados instantâneos para que a experiência em todas as plataformas fosse a mesma. Ou seja, a Google quer que o usuário note uma consistência no seu buscador onde quer que ele o utilize.

Resultados # Sugestões

É importante notar, entretanto, que as sugestões de busca, também conhecidas como “auto completar” continuam firmes e fortes tanto no mobile quanto no desktop e não devem ser eliminadas tão cedo. A única diferença é que, resultados prévios de busca não serão mais mostrados.

Contudo, nós duvidamos que você tenha se tocado logo de cara do que realmente mudou, já que grande parte das pessoas não usa mais o site da Google para fazer buscas, mas sim a barra de endereço do próprio navegador, a qual nunca trouxe resultados instantâneos, apenas as sugestões do auto completar. Portanto, caso você não se lembre do que estamos falando, dê uma conferida nesse vídeo do TNW e entenda como funcionava o Google Instant.

É interessante notar que nós testamos o site da Google para ver se a medida já tinha sido aplicada e, de fato, ela já está em vigor.

Cupons de desconto TecMundo: