Queda brusca em número de páginas da Dark Web pode indicar fim da rede

2 min de leitura
Imagem de: Queda brusca em número de páginas da Dark Web pode indicar fim da rede
Avatar do autor

A Dark Web pode estar caminhando para a sua extinção. Ou, pelo menos, é isso que diz um levantamento feito recentemente na parte mais sombria da internet. O site Onionscan, através de uma ferramenta de varredura própria para essa área da rede, fez tentativas de acesso a um banco de dados bastante amplo de 30 mil endereços conhecidos dos usuários de navegadores Tor. O resultado da busca? Apenas 4,4 mil desses links estavam ativos, um número que representa cerca de 15% do total de páginas anteriormente disponíveis.

Com números tão expressivos, o portal norte-americano Gizmodo tentou especular o que estaria fazendo com que a Dark Web começasse a apresentar seus primeiros sinais de “cansaço”. Um dos pontos mais relevantes é que o protocolo que dá forma à rede – criado há um bom tempo pelas agências de defesa do governo dos EUA – não é exatamente amigável a novos visitantes. Isso porque manter a anonimidade e navegar pela web sombria com segurança exige certo patamar de conhecimento técnico do usuário.

Rede Onion pode estar em perigo

Além disso, a percepção de que essa internet escondida é composta apenas da escória da humanidade ou de serviços ligados ao crime afastam ainda mais possíveis visitantes na rede – o que talvez diminua o número de novas páginas surgindo para suprir as que fecham ou são abandonadas. Apesar de esses serem pontos válidos para que a Dark Web não cresça, há fatores bem mais importantes para que tenha havido uma queda tão brusca na disponibilidade dos sites dentro das rotas Onion: o fechamento de grandes servidores.

O grande baque, no entanto, foi a derrubada do Freedom Hosting II

O encerramento do cliente de emails SIGAINT, por exemplo, o mais popular da Dark Web, deixou um vácuo bem grande na troca de mensagens na rede. O grande baque, no entanto, foi a derrubada do Freedom Hosting II, uma das grandes plataformas de hospedagem nessa parte da internet. O serviço foi invadido em janeiro deste ano e revelou-se que havia uma quantidade obscena de pornografia infantil armazenada em seus servidores. Como consequência, sua queda levou mais de 10 mil páginas para a morte certa.

Esperança no escuro?

Felizmente, para os adeptos da Dark Web, parece haver um tipo de luz no final do túnel no futuro próximo. Isso porque o próprio Onionscan pretende disponibilizar uma ferramenta que vai permitir que qualquer usuário hospede site de forma anônima e segura na rede – uma boa evolução para um sistema que era extremamente complicado até então.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Queda brusca em número de páginas da Dark Web pode indicar fim da rede