Snowden dá declaração ao WikiLeaks do aeroporto de Moscou (Fonte da imagem: Reprodução/The Guardian)

Edward Snowden, o homem que revelou os segredos de espionagem internacional ilegal que os EUA estariam fazendo em várias partes do mundo, pediu novamente asilo temporário à Rússia até que ele consiga uma forma segura de viajar até países da América Latina que se ofereceram a abrigá-lo até que sua situação seja resolvida nos EUA.

Snowden foi o grande responsável pelo vazamento de informações do governo norte-americano, com detalhes inclusive sobre espionagem no Brasil. Até agora, entretanto, ele não conseguiu sair do aeroporto de Moscou, mas tem interesse em visitar as nações que ofereceram abrigo. “É minha intenção viajar para cada um desses países para agradecer pessoalmente seus povos e seus líderes”, disse o ex-agente da CIA em uma declaração no WikiLeaks.

Entre os países que propuseram a abrigar Snowden e mantê-lo longe das mãos do governo dos EUA estão a Venezuela, Bolívia, Nicarágua e Equador.

Cupons de desconto TecMundo: