A briga pelo mercado de navegadores está cada vez mais acirrada. As empresas do ramo não poupam investimentos para tornar seus respectivos browsers a sensação da web. O aspecto visual dessa ferramenta, essencial para você explorar a internet, ganha novos recursos e design a cada atualização.

Mas qual navegador possui a melhor interface para navegação? Para eliminar essa dúvida, o Baixaki analisou as características das últimas versões dos cinco navegadores mais utilizados: Internet Explorer 8, Mozilla Firefox 4.0 Beta 2, Safari 5.0.1, Google Chrome 6.0 Beta 472.11 e Opera 10.60.

Ansioso para conhecer o que cada browser tem de melhor a oferecer? Confira os melhores momentos dos concorrentes nos tópicos seguintes e tire suas próprias conclusões. Não deixe de participar da enquete final!

Beleza não é tudo

Assim como na maioria dos programas, a beleza é o primeiro ponto observado em um navegador. Afinal de contas, assim que abrimos um aplicativo desse gênero, seu design e efeitos visuais são o que salta aos nossos olhos.

Mais vale um browser feio funcional que um bonito e inútil!

Entretanto, a atratividade da interface de um browser não é tudo. Não adianta nada um navegador ser bonito se ele não proporcionar uma experiência agradável ao usuário. Nesse sentido, foram avaliados alguns aspectos fundamentais para que você consiga surfar pela web com maior comodidade, segurança e praticidade.

Os concorrentes

  • Internet Explorer 8 para Windows 7 e Vista;

 

  • Mozilla Firefox 4.0 Beta 2;

 

  • Safari 5.0.1;

 

  • Google Chrome 6.0 Beta 472.11;

 

  • Opera 10.60.

Atenção! Algumas das versões analisadas são versões Beta, portanto, podem apresentar erros e mau funcionamento. Para evitar qualquer transtorno, antes de instalar qualquer aplicativo para teste, crie backup dos seus favoritos e um ponto de restauração do sistema. Acesse os artigos “Como salvar e restaurar meus favoritos?” e “Criando um ponto de restauração no Windows” caso não saiba como proceder.

OCUPAÇÃO DE ESPAÇO DA TELA

A maioria dos usuários, salvas poucas exceções, preferem uma aparência mais limpa do seu navegador. Aquele amontoado de Barras de ferramentas instalado como complementos a outros programas (como Skype, Ask.com, Bing, ICQ e Yahoo!), só serve como poluição visual e para reduzir o espaço útil da tela. Muitas vezes a gente acaba nem usufruindo desses serviços.

Neste quesito o Google Chrome tem grande vantagem sobre seus concorrentes. Nos testes realizados pelo site Lifehacker, o browser da Google obteve êxito (oferecendo maior amplitude de visualização da tela) quando maximizado, em apresentação regular e com as abas dispostas na lateral (recurso padrão apenas no Chrome e Opera) – apresentando diferenças de 21, 7 e 26 pixels respectivamente.

O Chrome sai na frente!

Fonte: Lifehacker

O Firefox rouba a cena apenas na comparação de tela inteira – disputando com Internet Explorer como browser mais prático nesse contexto. O Chrome e o Opera também dispõem dessa função, porém os botões de atalho, barras de navegação e outras ferramentas ficam inacessíveis. Já no Safari, não encontramos a opção de exibição em tela inteira. Quer fazer a prova real? Com o seu navegador aberto, pressione a tecla F11 do seu teclado. Para desfazer esta ação aperte, novamente, a mesma tecla.

ACESSIBILIDADE

No que tange a acessibilidade, deve-se considerar a facilidade com que o usuário consegue encontrar aquilo que deseja. Por exemplo, é mais acessível para você limpar o histórico em um navegador no qual é preciso executar três cliques do que em outro que exige cinco. Tendo isso em mente, vamos a nossa avaliação.

Preferências de navegação

As chamadas “preferências de navegação” são muito utilizadas para a customização de pequenos detalhes durante sua experiência na web. Entre as opções mais comuns estão: pasta para arquivamento de arquivos baixados; exibição de barras de ferramentas (como histórico e favoritos); padrão de tipo e tamanho de fontes; preenchimento automático de formulários; definições de bloqueio de popups; entre muitos outros.

O menu principal de qualquer navegador.

Confira a listagem abaixo com a quantidade de cliques para acessar os menus principais de cada navegador:

  • Safari – 2 cliques (Ajustes Gerais > Preferências);
  • Firefox – 2 cliques (botão Firefox > Opções);
  • Chrome – 2 cliques (botão Personalizar e controlar o Google Chrome > Opções);
  • Opera – 3 cliques (Menu > Configurações > Preferências);
  • Internet Explorer – 3 cliques (Aba no canto superior direito > Ferramentas > Opções de Internet).

Navegação privada

O modo de “navegação privada” ou “navegação anônima” é um recurso interessante para quem costuma acessar serviços que solicitem dados pessoais, como home bankings. Ao ativar este estilo de exploração da web você aumenta sua privacidade, pois cookies, históricos e caches são eliminados.

O Safari é o pioneiro neste segmento. Ele foi o primeiro browser a oferecê-lo e são precisos dois cliques para ativar sua “Navegação Privada”. No Internet Explorer o processo é bem parecido e a quantidade de cliques é a mesma para acionar sua “Navegação InPrivate”.

Navegue sem deixar nenhum vestígio.

Os demais concorrentes (Firefox, Chrome e Opera), em suas respectivas versões, também disponibilizam meios do usuário manter-se “invisível” enquanto trafega pela internet. Porém, o acesso a tal recurso é mais penoso e, obviamente, são exigidos mais movimentos para apagar qualquer resquício da sua navegação.

No Firefox o comando de ativação mais rápido é o CTRL+SHIFT+P. Por sua vez, no Chrome pressione a combinação CTRL+SHIFT+N para estabelecer uma exploração mais segura. Já no Opera clique com o botão direito do mouse em cima da Barra de novas abas e selecione a opção “Nova Guia Privada”.

Ajuda

Os navegadores atuais possuem funções para os mais variados fins. Quando nos deparamos com algo que não conhecemos, logo vamos à busca de informações para esclarecer nossa dúvida e nos auxiliar a desempacar de determinada situação. Mas e se você não encontrar o clássico botão “Ajuda”? Aí a coisa fica complicada!

Help!

Para a felicidade geral da nação e dos usuários iniciantes, no que concerne à disponibilização de informações de ajuda todos os navegadores analisados apresentaram acesso facilitado a sua central de questionamentos. Em sua maioria, são precisos dois cliques para abrir uma página com as perguntas mais frequentes. Não tem tanta paciência? Então pressione a tecla F1 e veja o que acontece.

DISPOSITIVOS DE BUSCA

Enquanto surfamos na internet é bem comum encontrarmos termos, conceitos ou palavras que desconhecemos. A atitude mais comum é pesquisar em buscadores online referências para a necessidade informacional momentânea. Vendo esta prática comum, os desenvolvedores implementaram mecanismos de pesquisa mais dinâmicos.

E aí, qual a interface mais apropriada para pesquisas?

Exceto o Google Chrome (o qual possui interoperabilidade direta com o buscador da Google por meio da Barra de endereços), os demais aplicativos avaliados contam com um pequeno campo de pesquisa localizado no canto superior direito da tela. Abaixo estão listados os serviços de busca implementados como padrão:

  • Opera – Google, Bing, Amazon.com, Ebay.com, Ask.com, Yahoo e Wikipédia;
  • Firefox – Google, Yahoo, BuscaPé, MercadoLivre e Wikipédia;
  • Safari – Google, Yahoo e Bing;
  • Internet Explorer – Bing;
  • Chrome – Google.

SITES FAVORITOS

Com a correria do cotidiano, as ferramentas de armazenamento dos sites favoritos têm se tornado cada vez mais úteis. Os links das páginas mais acessadas têm ganhado espaço nos navegadores. Você não gosta muito daquela Barra acoplada ao browser? No seu entendimento ela ocupa muito espaço visual no navegador?

Então as guias de acesso rápido do Safari (Top Sites), do Opera (Speed Dial) ou do Chrome são uma saída interessante para você. Primeiro, elas não invadem nenhuma Barra de ferramentas do navegador. Outro ponto positivo é que esse tipo de funcionalidade proporciona o acesso a seus serviços, blogs e sites prediletos com um único clique.

O mais belo guia de favoritos.

O Opera e o Safari destacam-se por personalizar essas guias dinâmicas. Em ambos os casos você define quais sites devem permanecer com acesso facilitado. O Opera leva vantagem pela beleza, seu design é moderno e cheio dos efeitos visuais – o que o torna bem mais descolado. Tanto para o Internet Explorer como para o Mozilla Firefox (experimente o About:Tab) existem extensões que desempenham essa mesma função.

TRANSIÇÃO DE ABAS COM EFEITOS

 Como último tópico, deixamos um quesito que torna seu navegador mais divertido e atraente. A beleza não é tudo, mas dá um aspecto visual mais agradável. Uma das últimas novidades dos navegadores, além da transparência da janela, é a transição de abas com efeitos gráficos.

Um aspecto mais extrovertido para sua navegação.

Os browsers mais populares deixaram a desejar nesse item. O Internet Explorer e o Mozilla Firefox são estáticos, não oferecem nenhuma perspectiva empolgante. Por outro lado, Opera, Safari e Chrome apresentam movimentações bacanas (apesar de serem semelhantes) quando duas abas são sobrepostas.

A palavra final é sua

Chegar a um consenso de qual navegador tem a interface mais prática e ágil é quase impossível. Isso porque a experiência que cada usuário tem ao utilizar um determinado browser é diferente. A sensação de satisfação com um ou outro aplicativo é subjetivo ao conhecimento prévio e necessidades de cada indivíduo.

E como vem acontecendo aqui no Baixaki, você tem vez e voz! Chegou hora da sua participação. Vote no navegador que, na sua opinião, tem a melhor interface de navegação:

 

 

A enquete será fechada no dia 12/08/2010. Então não perca mais tempo e deixe o seu voto. Que vença o melhor!

Cupons de desconto TecMundo: