A Microsoft vai limitar a utilização do Flash no navegador oficial do seu novo sistema operacional. A própria empresa de Redmond confirmou isso em um artigo publicado em seu site. Segundo a Microsoft, o Windows 8 contará com duas versões do Internet Explorer 10: uma “Desktop” comum, com todas as funções já conhecidas, e uma mais dedicada à nova interface.

E é essa segunda versão que terá limitações no Adobe Flash, pois somente sites aprovados pela Microsoft poderão executar conteúdos na linguagem já citada. Os desenvolvedores do SO afirmam que isso deve ser uma forma de melhorar a experiência “Windows 8” de navegação, evitando o mal funcionamento de qualquer função disponível.

Como aplicar a compatibilidade?

Infelizmente, usuários não terão nenhum controle sobre isso — apenas os desenvolvedores podem fazer com que as páginas sejam compatíveis com o navegador. Para isso, é necessário enviar um email para a Microsoft, pedindo para que os sites sejam colocados na “lista branca”, sendo obrigados a cumprir uma série de exigências.

Enquanto isso não acontece, a única solução encontrada pelos proprietários de websites é aplicar uma metatag no código de programação dos sites para fazer com que as páginas sejam carregadas na versão Desktop do Internet Explorer. Será que isso é uma forma de estimular a produção de páginas com códigos HTML5?

Fonte: Microsoft e Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: