Uma nova batalha começou nesta quarta-feira, 29 de julho de 2009. Desta vez a guerra Microsoft versus Google ganha um novo participante: o Yahoo!. Com uma parceria  que vai durar dez anos  entre a empresa líder em software e o portal líder de acessos nos Estados Unidos, Microsoft e Yahoo! apertaram mãos com a esperança de rivalizar o Google no seu principal campo de atuação: as buscas.

Meses após o lançamento do Bing, a Microsoft ainda não encontrou uma extensa fatia de mercado para o seu produto. Contudo, o Yahoo! é um dos serviços de busca que consegue uma boa colocação entre os buscadores “que não são o Google” – a empresa de Larry Page e Sergey Brin já tomou 65% das pesquisas feitas em todo o território estadunidense. O acordo entre Microsoft e Yahoo! acontecerá da seguinte maneira: o Bing passa a ser o mecanismo de busca de todo o Yahoo!, porém o sistema de anúncios será administrado pelo Yahoo!.

Parceria entre empresas tenta fazer frente ao Google!

Com o Bing, a Microsoft conseguiu ganhar terreno de uma maneira rápida e ainda conseguiu vários pedidos de busca devido à integração com o navegador da empresa, o Internet Explorer. Segundo a empresa de análise de internet, comScore, o Bing ficou com 8,4% das buscas nos seus primeiros meses de vida. O sistema de anúncios da grande fabricante de softwares também entra no plano para a popularização do buscador. Agora com a parceria, as estimativas são de um bom crescimento.

O buscador será o sistema padrão do Yahoo! nos próximos 10 anos!

Apesar da parceria, o Google ainda lidera as buscas dos usuários com 65% do mercado!Entretanto, a história destas duas gigantes já tem fama e até mesmo uma certeza prematura aconteceu em alguns blogs menos preocupados com credibilidade. Os boatos se espalharam em fevereiro de 2008 quando a Microsoft fez uma oferta de US$ 44,6 bilhões pela Yahoo!. Mais tarde a oferta cresceu para os US$ 47,5 bilhões, mesmo assim os dirigentes da Yahoo! acharam que o valor oferecido não seria o suficiente para uma empresa daquele porte. Pouco tempo depois, houve uma sondagem sobre uma possível parceria do portal com a Google.

Atentas ao rumo que as negociações tomavam, as autoridades antitruste (truste é um tipo de associação entre empresas de mesma função para dominar uma fatia do mercado) impediram que esse acordo fosse firmado entre as partes uma vez que a prática do truste é ilegal. Por isso, em janeiro de 2009 o cortejo da Microsoft ao Yahoo! voltou. Mesmo considerando os valores propostos baixos, a CEO do portal Yahoo!, Carol Bartz, aceitou a proposta e a ligação entre as duas empresas terá duração de dez anos.

O acordo vinha sendo discutido há um ano e meio.

Com a parceria entre as duas empresas, a receita anual do Yahoo! terá um crescimento de aproximadamente US$ 500 milhões e proporcionará uma economia de US$ 200 milhões. Antes esses recursos eram gastos em projetos para a melhoria dos sistemas de busca do site. Agora com o Bing integrado ao sistema, os resultados serão mais precisos, afinal os dados serão provenientes de ambas as fontes. O acordo é bom para os dois lados, pois a Microsoft anunciou que irá investir US$ 11 bilhões anuais no seu sistema de buscas para que ele ganhe mais eficiência e mercado.

Apesar da parceria, o Google ainda lidera o mercado de buscas nos EUA.

Contudo, é preciso um pouco de cautela para poder afirmar que agora o Google encontra um rival à altura. Com este acordo, Microsoft e Yahoo! passam a deter aproximadamente 30% do mercado de buscas nos Estados Unidos. Apesar de ser um número elevado, não chega a ser metade da fatia consumida pelo Google. Porém, com os investimentos essa porcentagem pode crescer. O objetivo é fazer frente ao gigante das buscas e tornar as duas empresas cada vez mais competitivas.

Apesar deste passo deflagrar uma nova batalha dentro da guerra Microsoft versus Google, quem ganha é o usuário. Com este clima de competição e concorrência entre o recém-formado triângulo podemos esperar buscas cada vez mais precisas, velozes e mais uma série de produtos derivados disso. E você? O que achou desse novo episódio da disputa entre as duas gigantes da informática? Conte no seu comentário!

Fique ligado para mais notícias no Baixaki! Até a próxima!

Cupons de desconto TecMundo: