AmpliarObra da "Skynet" boazinha engole o Papai Noel (Fonte da imagem: Divulgação/A Puzzling Present)

Há quem diga que os programas de inteligência artificial não são realmente inteligentes ou criativos. Contudo, o programa chamado Angelina está tentando provar o contrário, sendo que já conseguiu até criar um game com pouquíssima interferência humana.

O título criado por Angelina se chama “A Puzzling Present” — Um Presente Intrigante — e consiste em salvar o Papai Noel de uma enrascada: ele foi engolido por um presente e deve achar uma forma de sair das entranhas do objeto.

O desenvolvedor de Angelina, Michael Cook, se mostra satisfeito com a criação de sua criação e diz que o seu programa de inteligência artificial não é uma espécie de elemento do mal, como esperavam alguns fãs da Skynet, e se assemelha bastante a qualquer outra aplicação rodando em um sistema operacional.

“Em muitos aspectos, ela é como o Photoshop ou Word, com a diferença que, quando a Angelina começa a funcionar, em vez de esperar os comandos do usuário, ela trabalha por conta própria”, disse Cook.

O trabalho de Angelina pode levar ao fim do mundo?

Provavelmente não. Apesar de a data fatídica estar se aproximando, Angelina parece não representar tal ameaça. Afinal, ela funciona a partir de um sistema chamado "computação evolutiva". Assim, ao criar o game, ela precisou de um empurrãozinho de Cook e começou a literalmente desenvolver de forma aleatória os níveis do jogo.

Depois de criado game, a simpática máquina fez um trabalho de reflexão sobre o código, para determinar o nível de dificuldade dos cenários, separá-los em classes e aperfeiçoar os que se mostraram muito fáceis.

Portanto, a não ser que ela crie um game retratando o fim do mundo, não há motivos para acreditar que a Skynet já está entre nós. Portanto, se você confia em Angelina, baixe através deste link o A Puzzling Present e divirta-se. 

Cupons de desconto TecMundo: