O confronto de GO e outros jogos entre a inteligência artificial e a humanidade parece não ter fim. Na verdade, se ele já tivesse acabado, a IA teria ganhado com folga há um bom tempo, mas talvez os seres humanos sejam teimosos e maus perdedores. Depois de perder duas vezes para a AlphaGo, mais uma vez os melhores jogadores do esporte de tabuleiro tentarão a sorte.

Há alguns meses, nós noticiamos que ocorreria uma batalha entre Lee Se-dol e a IA da Google especializada em GO. O momento chegou, e o nosso lado perdeu, mais uma vez, já que esse não é o primeiro embate entre os dois. Posteriormente, Ke Jie, o novo campeão mundial, também chamou o AlphaGo para uma disputa e perdeu. Depois de tantas derrotas, mais uma vez Ke Jie vai enfrentar a IA em um evento que acontece nesta semana.

Ke Jie

Em um evento que acontecerá em Wuzhen, na China, teremos uma partida final (ou pelo menos divulgada dessa forma) entre os dois competidores e diversos painéis e palestras sobre as aplicações da inteligência artificial da Gigante das Buscas, dando continuidade aos assuntos levantados no Google I/O da semana passada.

Afinal, o que é a AlphaGo? E qual é o futuro dela?

Basicamente, a AlphaGo é uma inteligência artificial criada pela DeepMind, uma startup comprada pela Google em 2014 e que se especializa no jogo milenar. Com o passar do tempo, o software foi sendo aprimorado e aprendendo com os seus adversários, tornando-a quase imbatível nos dias de hoje.

De certa forma, o programa consegue entender o padrão de movimentos e planejar muitas jogadas a frente do competidor, igual ocorre no xadrez. Para complicar, os competidores alegam que a AlphaGo utiliza métodos bem diferentes e acaba fazendo movimentos imprevisíveis, o que confunde a cabeça do oponente.

Isso quer dizer que se trata de um novo passo para as máquinas dominarem o mundo? Longe disso. Porém, o sistema de aprendizagem pode ser um modelo para aprimorar outros sistemas de inteligência artificiais, ajudando em áreas como medicina, educação e muitas outras.

Como será a próxima batalha?

Depois de realizar inúmeras batalhas, online e offline, o AlphaGo parece quase perfeito. Como ajudar na balança para pesar mais para o lado da humanidade? Juntando mais pessoas. Sim, a IA da Google enfrentará sozinha uma equipe de cinco pessoas. Com o trabalho em equipe, os jogadores podem se reunir e formular estratégias diferentes.

Para tentar mudar o cenário, cinco jogadores enfrentarão a AlphaGo simultaneamente

Quer dizer que agora vai dar certo para o lado humano? Não necessariamente. As previsões de derrotas continuam altas e, mesmo se os campeões de carne e osso levarem a melhor, isso não desmerece a inteligência artificial, que até agora não teve pontos fracos encontrados. Quem será o ganhador da vez?

Cupons de desconto TecMundo: