Uma nova Inteligência Artificial (IA) da Google, comentada pelo MIT Tech Review, está chamando atenção por sua capacidade de identificar o local onde fotos foram tiradas, mesmo que elas não tenham tag de localização geográfica.

Essa ferramenta da Google ainda está em fase de testes preliminares, mas já possui um nível de acerto razoável. Chamada de PlaNet, a aplicação conseguiu determinar com precisão o país de origem de 28,4% das imagens de um pacote com 2,3 milhões de fotos. Nesse mesmo teste, 48% das fotografias foram atribuídas aos continentes corretos.

Não ficou muito claro se todas as fotos eram de paisagens ou se havia closes em pessoas, o que dificultaria a identificação da localidade. Por enquanto, a PlaNet analisa a procedência das imagens a partir de algumas regiões delimitadas pela Google. Quanto menores são as regiões que você vê no mapa, mais preciso é o palpite da inteligência artificial.

Aprender

É interessante notar que a PlaNet funciona a partir de um processo de aprendizado comparativo. Ela recebeu 91 milhões de fotos com tag de localização geográfica e, sempre que vai analisar uma foto sem local definido, verifica o conjunto de pixels e os compara com os padrões das imagens que lhe foram oferecidas.

Quanto mais fotos a PlaNet consegue identificar com precisão, mais precisa ela vai ficando, uma vez que vai aperfeiçoando seus padrões de identificação com as novas variáveis encontradas.

Ainda não há informações exatas sobre isso, mas é muito provável que a Google inclua essa funcionalidade na inteligência artificial do Google Fotos, que já consegue identificar pontos turísticos, pessoas, animais, paisagens etc.

Você tem medo da inteligência artificial? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: