Em meio àquela que pode ser considerada como a maior crise do mercado de PCs convencionais, a Intel divulgou seu relatório financeiro referente ao quatro trimestre fiscal de 2015. Apesar de a companhia ter registrado lucros e ter apresentado um desempenho acima das previsões de mercado, seu crescimento foi de somente 1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A companhia relatou vendas recordes de US$ 14,9 bilhões durante os últimos três meses fiscais de 2015, valor adquirido mesmo com a queda de 8% no desempenho de seu Grupo de Computação para Clientes — divisão que representa quase três quintos das vendas totais da companhia.

Em compensação, a empresa teve um crescimento de 11% nas vendas geradas por sua divisão de centros de dados. A Intel também afirma que obteve bons resultados com seus esforços relacionados à Internet das Coisas e com suas soluções de unidades de memória não voláteis.

“Nossos resultados de 2015 mostram que a Intel está evoluindo e que nossa estratégia está evoluindo”, afirmou o CEO Brian Krzanich em um comunicado oficial. “Esse ano vamos continuar a crescer ao dar a base da infraestrutura de um mundo cada vez mais inteligente e conectado”, prometeu o executivo.

Qual você acredita que vai ser o futuro da Intel? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: