Na Computex 2015, a Intel demonstrou uma nova ferramenta que possibilita a colaboração em tempo real chamada Unite. O intuito dela é reduzir as dores de cabeça na hora de compartilhar e fazer apresentações em grupo. A aplicação utiliza uma conexão WiFi segura e o sistema de PIN rotativo para se conectar a um PC com Core vPro ligado à TV do escritório.

Para que o software funcione corretamente, os participantes da conferência precisam baixar e instalar um pequeno cliente em suas máquinas. Assim, eles também conseguem compartilhar o desktop, fazer anotações e visualizar até quatro telas simultaneamente.

Dessa maneira, as reuniões podem começar rapidamente e todos os indivíduos podem colaborar no processo. Em breve, a Intel pretende lançar novos plugins que adicionarão funções extras no Unite. Um deles é o Skype, que permite transformar o sistema de assembleia colaborativa em uma verdadeira videoconferência.

Os próximos updates prometem funções para controlar luz ambiente e soluções de telepresença. A plataforma de baixo custo custa US$ 700 (pouco mais de R$ 2.186) e já está disponível para departamentos de TI de grande porte.

Tom Garrison, VP da divisão de plataformas de cliente e empresa, explicou que os profissionais responsáveis poderão instalar as atualizações em todas as máquinas que estiverem rodando o Unite, assim como fariam com qualquer PC na rede.

Cupons de desconto TecMundo: