Logo Intel

Intel e Altera se juntaram para a criação de um chip programável para ganhar mercado em equipamentos médicos e aplicações embutidas, afirmou a agência de notícias Routers no último dia 22.

Para isso, a Intel vai combinar seu processador Atom, de baixo custo com os circuitos integrados da empresa Altera, os clientes poderão adquirir um produto que se adapte aos próprios requerimentos. Assim, a Intel espera aumentar em 25% ao ano nos próximos cinco anos a produção destes novos chips, aumentando as vendas de ambas as empresas.

Segundo o diretor de Marketing da empresa, Jonathan Luse, “esta é um avanço para nós, uma vez que os nossos consumidores serão capazes de desenvolver e programar de acordo com suas próprias especificações”. Com a configuração ficando por conta do cliente, as duas empresas podem fabricar em alta quantidade, baixando os preços dos chips do gênero.

Altera logo

A notícia de expansão de mercado segue a linha já mostrada pela Intel nos últimos meses, com o processador feito para equipar computadores veiculares e aparelhos televisivos, além da compra da CognoVision, produtora de letreiros digitais. E agora, só falta dominar o mundo, já dizia o ratinho cérebro no desenho da Warner!

Cupons de desconto TecMundo: