Os processadores Haswell-E finalmente chegaram ao mercado: a Intel oficializou hoje a novidade — que já mostramos aqui. A nova linha Extreme chega para substituir as CPUs da linha Ivy-Bridge-E lançada em setembro do ano passado e é destinada aos usuários domésticos entusiastas que não se importam em pagar mais caro para ter o melhor desempenho possível.

Esses processadores são os primeiros a trazer o suporte oficial à memória DDR4 e também são os primeiros processadores Intel a trazer oito núcleos físicos para o desktop. Além disso, os novos modelos também possuem mais canais PCI-Express, o que faz deles perfeitos para sistemas com múltiplas placas de vídeo.

Os três modelos que chegam hoje ao mercado são o Core i7-5960X, o Core i7-5930K e o Core i7-5820K. O primeiro modelo é o mais poderoso de todos e chega com 8 núcleos e 16 threads, 20 MB de cache e 40 linhas PCI Express 3.0. O segundo e o terceiro possuem 2 núcleos e 4 threads a menos e carregam 15 MB de cache compartilhado.

Esses processadores são construídos com litografia de 22 nm (a mesma da família Ivy-Bridge-E) e utilizam a tecnologia de transistores Tri-Gate 3D. a principal vantagem dos novos modelos é um gerenciamento energético mais eficiente que a geração anterior, além de um desempenho até 20% melhor em tarefas específicas, como a renderização de vídeos em 4K.

O die dos novos processadores também é maior: são 17,6 x 20,2 mm. Outro detalhe é que a cobertura metálica que fica sobre o núcleo é soldada, ou seja, não é mais possível removê-la como nos processadores antigos. Por outro lado, isso ajuda a dissipar o calor de forma muito mais eficiente mantendo o sistema com temperaturas mais baixas e estáveis.

De acordo com a Intel, o Core i7-5960X é até 79% mais eficiente que o Corei7-4790K em atividades específicas. A empresa também reafirma que o poder dos novos processadores é massivo para a produção de conteúdo e jogos. Além disso, eles também são completamente desbloqueados, o que devem permitir overclocks poderosos.

Chipset Intel X99

Uma das principais novidades que acompanham os processadores Intel Haswell-E é o novo chipset Intel X99. A arquitetura foi desenvolvida para oferecer o máximo de desempenho possível aos entusiastas de tecnologia. A novidade já era aguardada há um bom tempo: isso porque a Intel utilizou o chipset X79 nas duas gerações anteriores (Sandy Bridge-E e Ivy Bridge-E). A principal reclamação foi que ele não oferecia muitas novidades em relação ao X58.

Desta vez é diferente. O X99 é uma plataforma completamente diferente dos antecessores. O modelo já chega com suporte nativo ao SATA 3.0, USB 3.0, SATA Express, Thunderbolt 2 e PCI Express 3.0.

O soquete utilizado é 2011, mas foi atualizado passando a se chamar LGA2011-v3; isso significa que nem as placas antigas são compatíveis com os novos processadores e nem as placas novas aceitam os processadores antigos, o que já era esperado.

Outra novidade é o aumento de linhas PCI Express. Os novos processadores terão suporte a até 40 lanes de uma vez só, possibilitando configurações x16 /x16 /x8 ou até mesmo x8/x8/x8/x8/x8 (através de controlador externo), caso o fabricante da placa-mãe decida.

O X99 também oferece suporte a 14 portas USB, sendo 6 delas 3.0 e 8 do padrão 2.0. Além disso, existem 10 portas SATA 3.0 e suporte a lanes PCI Express 2.0 para garantir compatibilidade com o SATA Express oi M.2.

Por se tratar de uma tecnologia desenvolvida para os entusiastas, os fabricantes de placas-mãe não se preocupam em economizar recursos. Portanto, não se assuste ao ver os modelos que utilizam o X99 carregados de novidades e ferramentas de todos os tipos; além de preços não muito compatíveis com o bolso da maioria das pessoas.

Memória DDR4

A memória DDR4 está chegando pela primeira vez aos desktops e em breve deve se tornar o padrão também nas máquinas mais “normais”. Mas quais são as diferenças do DDR4 em relação ao DDR3?

Engana-se quem pensa que elas são apenas mais velozes que a geração anterior. Esse é apenas a primeira de suas qualidades. Outro ponto fundamental é o consumo energético que diminuiu de 1.5 volt para 1.2 volt. Isso proporciona economia de energia e menos aquecimento já que ela vai gerar menor calor para ser dissipado.

Outro ponto importante é a densidade dos chips de memória que agora poderá ser bem maior. Um único pente, por exemplo, poderá armazenar até 128 GB de RAM. Em termos de desempenho, é possível esperar um aumento considerável na nova arquitetura, já que o DDR4 pode ser até duas vezes mais veloz que o DDR3, amplificando muito o desempenho do sistema como um todo.

Round-up: o que disse quem já testou

Os novos processadores Intel chegaram ao mercado oficialmente hoje, e alguns veículos internacionais já tiveram a oportunidade de colocar as mãos nesses modelos. Confira um pequeno resumo sobre o que os especialistas em tecnologia lá de fora acharam da linha Haswell-E.

HardwareCanucks

“O i7-5960X é um processador massivamente poderoso e o digno sucessor do i7-4960X. ele é rápido e capaz de destruir processos multi-thread sem consumir quantidades absurdas de energia. É a arquitetura Haswell no seu melhor”.

“Falando em jogos, a não ser que você precise de um sistema com 16 threads e três ou mais placas de vídeo rodando a x16m o Z97 ainda deve ser a plataforma escolhida”.

Cupons de desconto TecMundo: