Grandes marcas do mundo da tecnologia têm iniciado sua entrada no setor de comércio para o consumidor final a fim de garantir que seus produtos sejam devidamente explicados para quem tem interesse em comprar. A Intel, apesar de ter poucos produtos próprios para vender para pessoas comuns, deve abrir sua primeira loja física em Nova York no fim deste mês, mais especificamente no dia 23.

O estabelecimento não deve ser uma loja comum em que vendedores ficam bombardeando informações e funções sobre os dispositivos que estão à venda para os consumidores. O espaço deve ser mutante, tendo sua estrutura e iluminação alteradas de acordo com a luz do dia, e vai vender uma infinidade de aparelhos que possuem chips Intel por dentro. Nenhum específico, entretanto, foi mencionado até agora.

O vídeo do anúncio da loja ainda comenta bastante sobre a integração da Intel Experience Store com a comunidade em volta. Eventos locais, cinema nas quintas-feiras e café de graça poderão ser encontrados por lá frequentemente, além de vários tipos de reuniões.

Não há detalhes sobre onde a Intel deve abrir mais dessas lojas, mas a empresa confirmou que isso deve acontecer em breve. Outras informações sobre os novos endereços vão ser dados no dia da inauguração da primeira Intel Experience Store em Nova York.