Pelos movimentos da Intel, parece que a companhia está realmente investindo em novas formas de interação com computadores — um dos fatos que comprovam esse raciocínio é o investimento em tecnologia para captar comandos através de gestos. Agora, a novidade é que a gigante dos chips comprou uma empresa chamada Indisys.

A companhia adquirida é especializada em tecnologias de reconhecimento de linguagem natural. Isso quer dizer que a Indisys trabalha com pesquisas para melhorar a relação entre as pessoas e as suas máquinas, tornando o seu “relacionamento” mais natural. Isso abre a possibilidade de interpretação de conceitos abstratos (como a paz, por exemplo) e a utilização de uma linguagem que não é baseada em termos de busca.

Isso mostra que a Intel, além de investir em processadores de arquitetura cada vez mais moderna, também pretende que você utilize os seus computadores de maneira bastante inteligente. No entanto, sobre isso não há muitas informações concretas, de forma que precisamos esperar os próximos passos da companhia para descobrir seus planos para o futuro.

Algumas questões de negócio

Ao contrário do que você talvez possa imaginar, a relação entre a Intel e a sua recente compra é mais antiga do que parece. Em novembro de 2012, a gigante dos chips investiu cerca de US$ 7 milhões (mais ou menos R$ 16 milhões), entre capital e apenas doações, na Indisys — sinal que já podia ser interpretado como interesse por parte da companhia de processadores.

Agora, foi anunciado que a compra custou até US$ 35 milhões (R$ 80,5 milhões) aos cofres da Intel. No entanto, o mais curioso dessa história toda é o fato de que o negócio foi fechado no mês de maio e comunicado apenas neste mês de setembro de 2013. Ainda não há informações sobre o motivo de isso acontecer, mas pode ser que a compradora estivesse esperando os primeiros lançamentos do segundo semestre do ano passarem.

Por enquanto, sabemos que o pessoal de alto escalão da Indisys continua com os seus cargos, mas trabalhando para a Intel, sendo que os funcionários de design e engenharia devem se juntar à divisão de Novos Dispositivos. Contudo, não há maiores detalhes de como as duas companhias vão trabalhar juntas ou sobre os seus planos.

Cupons de desconto TecMundo: