(Fonte da imagem: iStock)

O tão falado “poder ilimitado da nuvem” pode ser posto à prova se os novos rumores sobre o serviço de televisão da Intel forem verdadeiros. Segundo o jornal The Wall Street Journal, o sistema promete usar o armazenamento virtual para gravar toda a programação o tempo todo, revolucionando a forma como o conteúdo sob demanda é disponibilizado.

Dessa forma, em vez de ter acesso a programas selecionados – como acontece no Netflix, por exemplo –, o usuário poderá assistir a toda a programação quando desejar. Desde que, claro, seja respeitado o limite de três dias. A gravação acontece em loop, com os programas antigos sendo deletados para abrir espaço para os mais novos.

Com isso, a Intel promete atacar não apenas o mercado de set-top boxes, mas também o de DVRs. Os aparelhos, muito populares nos Estados Unidos, permitem a programação e gravação digital de parte da programação, que pode ser vista mais tarde. A intenção é, realmente, mudar os hábitos de consumo de entretenimento.

Cupons de desconto TecMundo: