(Fonte da imagem: The Verge)

A Intel divulgou seus planos para chips móveis, conhecido como “roadmap”, durante a MWC. O plano do diretor executivo da Intel, Paulo Otellini, é ambicioso e pretende eclipsar Apple, Samsung e LG. Para este ano, a empresa estabeleceu os chips de arquitetura de 32 nm com seus processadores Atom Medfield Z2460. Mas, no ano que vem, seus chips serão de 22 nm e, em 2014, 14 nm.

Dessa forma, a Intel está se movendo mais rápido do que a Lei de Moore, segundo a qual o número de transistores que cabem em um circuito dobra a cada dois anos. Ao mesmo tempo, os chips terão metade do tamanho e o mesmo desempenho ou o mesmo tamanho e o dobro do desempenho. Com o chip de 14 nm, a Intel está se aproximando de alcançar o limite teórico do silício, que é de cerca de 9 a 11 nm, de acordo com as informações do site The VergeMesmo assim, a empresa mencionou que espera criar um chip de 8 nm até 2015.

A Intel está encolhendo seus chips de forma agressiva porque, para ela, os movimentos do mercado móvel estão em um ritmo muito mais rápido do que os desktops. Otellini afirmou que a Intel tem uma enorme capacidade para fabricar chips de PCs e móveis ao mesmo tempo e que é possível acelerar o processo.

Uma das principais razões da Intel ser capaz de ir a um ritmo tão rápido é a adoção dos transistores finFETs no ano que vem, que permitem que um único transistor atue como dispositivo de múltiplas portas. Desta forma, um transistor pode realizar muito mais cálculos do que um sistema tradicional e, consequentemente, reduzir o número de eletrodos e do tamanho dos chips. 

Cupons de desconto TecMundo: