Responda rápido: como você imagina um espião industrial? Um funcionário acima de qualquer suspeita que começa a liberar informações secretas para a concorrência de maneira sigilosa como você viu em vários filmes da série “007”? Pois saiba que, na realidade, as coisas não são tão cinematográficas assim — ao menos no caso da Intel.

Isso porque quatro engenheiros foram presos após serem acusados de vender CPUs de teste da empresa no eBay. Isso mesmo, eles decidiram usar o site de leilões mais popular do mundo para negociar material exclusivo de uma das maiores empresas de tecnologia do planeta. Parabéns a todos os envolvidos!

De acordo com o Criminal Investigation Bureau de Taiwan, os suspeitos estavam sendo investigados desde o mês de setembro e o mandado de prisão foi expedido no último domingo, 1º de janeiro. Junto com os acusados, foram encontradas 178 CPUs da Intel — material que, segundo a polícia, está avaliado em US$ 82.500, cerca de R$ 150.000 no câmbio atual.

Além disso, eles confessaram realizar esse tipo de comercialização ilegal desde 2009, acumulando um total de 500 peças vendidas desde então. De acordo com os investigadores taiwaneses, esses componentes são protótipos de modelos fabricados pela Intel e que, por isso, possuem um alto valor no mercado negro. Eles ainda pedem que os compradores devolvam as peças para a Intel ou simplesmente as destruam.

Cupons de desconto TecMundo: