Em abril desse ano, a Intel e a Micron anunciaram que estavam movendo sua produção para memórias NAND flash de 20nm. Com isso veio a promessa de que os chips seriam 40% menores que os atuais, o que significa uma maior produção, menores custos e menor consumo de energia.

Agora, as empresas anunciaram que iniciaram o processo de produção em massa de memória de 64GB, usando a tecnologia de 20nm. Além disso, o mais impressionante fica por conta do anúncio que logo também serão produzidos componentes de 128GB.

Essas novas peças não só duplicam a capacidade dos atuais chips de 64GB, como também irão melhorar a performance. Vendo em outros termos, podemos dizer que hoje a Intel e a Micron podem armazenar 1 Terabit de dados na ponta dos dedos. Para os consumidores, isso irá significar mais espaço nos cartões microSD por um menor preço.

A produção dos componentes de 128GB devem começar em janeiro, sendo que até a primeira metade do ano, os primeiros cartões de memória com essa capacidade devem ser anunciados. Dessa forma, até o fim de 2012, podemos esperar celulares e tablets com capacidade enormes de armazenamento, além de uma considerável queda no preço dos cartões.

Cupons de desconto TecMundo: