Como muitos já devem saber, a Microsoft anunciou recentemente que está produzindo vários novos dispositivos Windows 10 ARM com chips da Qualcomm – algo que ela está fazendo com o trabalho de vários grandes nomes como ASUS, HP, Lenovo, Dell e outros. Mas quem não gostou nada da novidade, pelo visto, foi a Intel.

O motivo, além de ela ter perdido a posição como fabricante dos chips x86 utilizados anteriormente nos computadores da plataforma para uma de suas concorrentes? Porque a Microsoft e a Qualcomm pretendem emular a tecnologia x86 Win32 da Intel em seus computadores ARM, ao que tudo indica.

Houveram relatos de que algumas companhias podem tentar emular o conjunto de instruções x86 proprietário da Intel sem a autorização da Intel

Em uma matéria lançada pela Intel na última quinta-feira (8), a empresa falou do assunto de maneira velada, enquanto comemorava os 40 anos de idade de seu chip 8086. Nele, a companhia destacou o fato de que as PIs relacionadas ao x86 têm mais de 1.600 patentes, e que eles não vão hesitar em usar isso nos tribunais, caso alguém tente fazer esse tipo de emulação.

Obviamente, exemplos disso não faltam. AMD, Cyrix, Chips and Technologies e, mais recentemente, a Transmeta, tentaram emular essas tecnologias e acabaram em pesadas disputas judiciais com a Intel. Por outro lado, seria difícil imaginar que a Qualcomm investiria nisso sem estar preparada (ou mesmo protegida) no caso de uma batalha dessas.

“Houveram relatos de que algumas companhias podem tentar emular o conjunto de instruções x86 proprietário da Intel sem a autorização da Intel”, afirmou a companhia. “Emulação não é uma nova tecnologia, e a Transmeta foi notavelmente a última companhia a afirmar ter produziro um processador compatível com x86 usando técnicas de emulação”, continuou ela, deixando claro logo depois que não hesitou em levar essa disputa aos tribunais.

Sem x86 no Windows 10 ARM?

É importante notar, é claro, que a empresa não deu nenhum nome de empresa em específico. Mas convenhamos que uma declaração dessas poucos dias depois do anúncio dos Windows “Sempre Conectados” – ainda mais considerando que a Qualcomm é sua única competidora na área – deixa pouco espaço para suspeitas.

No fim das contas, o que isso pode significar para nós? Bem, se uma disputa entre elas realmente acontecer, é possível que a Intel bloqueie o suporte dos computadores ARM aos apps básicos do Windows, visto que eles utilizam x86 para funcionar. Infelizmente, tudo o que podemos fazer é aguardar para ver no que essa potencial briga pode resultar – e torcer que nós não sejamos aqueles a sair perdendo com esse acontecimento.

Cupons de desconto TecMundo: