A fabricante Intel está preparando uma rodada massiva de demissões, dizem fontes internas da companhia a veículos como a Reuters e o site Oregon Live. As unidades de negócios seriam as mais afetadas — e o palpite é de que o corte será maior que o do ano passado, quando mais de 1,1 mil funcionários foram dispensados de uma só vez.

A Intel possui atualmente 107 mil empregados ao redor do mundo, segundo contagem de dezembro de 2015. A região norte-americana de Oregon está especialmente em evidência: a Intel é uma das empresas privadas que mais contribuem para a geração de renda do estado, recentemente ampliando o quadro de colaboradores no local para o alto número de 19,5 mil funcionários.

As demissões também podem incluir a saída de grandes executivos e até o fechamento de pequenos postos de trabalho. Nem mesmo a companhia confirmou isso ainda, mas a "barca" deve fazer parte da reorganização da companhia — ainda lucrativa, mas cada vez mais afetada pela queda nas vendas de computadores.

Os avisos devem começar assim que a Intel divulgar o relatório financeiro do primeiro trimestre, algo que deve ocorrer já nesta terça-feira (19).

Qual é o futuro para o mercado de PCs? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: