O mercado de computadores passa por uma fase bem instável. Desktops estão em declínio há algum tempo, notebooks acabam não satisfazendo as necessidades de todos e os tablets não foram capazes de substituir tais máquinas.

Verificando o movimento de algumas empresas em direção ao mercado de minicomputadores, a Intel resolveu apostar suas fichas nessa ideia. Para tanto, a fabricante resolveu montar um “kit” composto por CPU e placa-mãe — esta que já traz chip de rede, de som e de vídeo.

O Intel NUC é um modelo tão compacto que pode facilmente ser acoplado a um monitor ou a sua televisão para servir como uma central de entretenimento ou de trabalho. É válido comentar de antemão, contudo, que tamanho não é documento, sendo que não devemos subestimar o desempenho deste pequeno notável.

Abaixo, vamos comentar como este computador se saiu nas principais atividades, exibindo alguns resultados de benchmarks e quais são as vantagens e desvantagens do produto, mas, antes, confira as especificações do aparelho que testamos, que é a versão top de linha.

Especificações

Intel Core i5-5250U

A primeira coisa que chama a atenção nesta máquina é o processador. O modelo mais robusto do NUC, que foi o que testamos, vem com o Intel Core i5-5250U. Trata-se de um processador fabricado com tecnologia de 14 nanômetros que promete alto desempenho e baixo consumo de energia.

Lançado recentemente, este processador dual-core pode trabalhar com quatro threads simultaneamente. Ele vem configurado para operar na frequência de 1,6 GHz, o que já é mais do que suficiente para tarefas comuns, mas, quando necessário, este chip pode chegar a incríveis 2,7 GHz em modo turbo.

Com as tecnologias mais recentes da Intel, como o AVX 2.0 e a SSE4.2, você pode executar programas que exigem grande poder de processamento e obter resultados impressionantes. O Intel Core i5-5250U é rápido, esquenta muito pouco e ainda e economiza muita energia (o TDP de 15 watts demonstra a preocupação nesse sentido).

Ele pode atuar em conjunto com até 16 GB de memória RAM do tipo DDR3L. Em nossos testes, usamos 8 GB para rodar o sistema operacional e os principais softwares. Os módulos testados operavam com clock de 1.600 MHz.

Na parte de processamento de vídeo, este componente da Intel garante bons resultados em jogos mais simples e performance intermediária em títulos mais exigentes (como Tomb Raider e GRID 2). A unidade gráfica Intel HD Graphics 6000 tem suporte para tecnologias DisplayPort e HDMI, garantindo compatibilidade com os principais monitores. Tal componente atua perfeitamente para rodar vídeos com resolução 4K.

Ideal para trabalho e multimídia

Para poder ter uma noção das reais capacidades do Intel NUC, eu removi meu computador trambolho da mesa e deixei apenas o minicomputador ao lado do monitor. As coisas já mudaram muito nesse sentido, já que o espaço liberado me permitiu ter um ambiente de trabalho muito mais confortável e proveitoso.

É bom comentar que o Intel NUC inclusive vem com o adaptador VESA para posicionar o computador na parte traseira do monitor. Infelizmente, meu display não tem os furos para realizar essa instalação (mas eu testei em outra tela e o produto fica muito bem acomodado). Esse adaptador também é ideal para colocar o PC atrás da TV na sala de estar.

Pois bem, uma vez instalado o Windows e os principais aplicativos que uso para trabalho, o Intel NUC começou a mostrar todas as suas vantagens. Ele é muito rápido para as tarefas, esbanjando desempenho e economizando um bocado de energia. Softwares como Office, navegador e editores de imagens não dão qualquer incômodo ao processador.

Geralmente, meu computador padrão aqui na redação, que tem um Intel Core i3-2120 e 6 GB de memória RAM, apresenta alguns problemas vez ou outra quando o navegador tem muitas abas abertas. O Intel NUC não sofre com esse tipo de inconveniente. Ele é muito menor, mas tem um chip que sabe administrar as tarefas com eficiência.

Na hora de rodar vídeos, o Intel NUC também se mostra muito poderoso. Não há qualquer barulho perceptível vindo da máquina — até porque ela não tem ventoinha e usamos um SSD. A temperatura até chega a ficar um pouco elevada (verificamos valores próximos dos 50 ºC), mas nada preocupante.

Sem memória? Sem HD?

Apesar de ser uma máquina robusta, o Intel NUC pode não ser o modelo mais apropriado para o consumidor final. Infelizmente, a fabricante comercializa o aparelho apenas com processador e placa-mãe, o que significa que você deve adquirir memória RAM e um componente de armazenamento à parte — e deve abrir o PC para instalá-los.

Adicionar tais componentes não é exatamente um problema, mas devemos ressaltar que isto não é o ideal. A Intel bem que poderia pensar em um público maior e vender um produto completo com memória RAM e um drive (até porque ela mesma fabrica SSDs de excelente qualidade).

Benchmarks

3D Mark

Jogos

Todos os jogos foram configurados em nível "Low" com resolução HD. Valores expressos em FPS.

Energia

Teste de vídeo com arquivo Full HD. Valores expressos em watts.

Os testes do PCMark apresentaram erros.

Vale a pena?

No geral, este PC deve ser perfeito para atividades corriqueiras e até mesmo para alguns trabalhos mais pesados.  Ficamos satisfeitos com o produto de maneira geral. Ele é compacto, leve, silencioso e muito bom para qualquer tarefa.

Trata-se de uma máquina robusta para atividades multimídia, sendo ideal para quem pensa em montar uma central multimídia em sua sala ou equipar seu escritório com uma máquina que ocupe pouco espaço.

Obviamente, por se tratar de um produto compacto, você não tem opção de melhorar muita coisa (somente HD e memória podem ser trocados). Não bastasse essas limitações, o Intel NUC peca por não vir pronto para uso, o que deve ser um ponto negativo para o consumidor final.

Outro ponto importante a ser observado é o preço. Lá fora, o Intel NUC custa quase 400 dólares. No Brasil, o novo modelo ainda não é facilmente encontrado em grandes lojas. No Mercado Livre, o aparelho, já com memória e HD, fica próximo de R$ 2.500, o que julgamos que é um valor absurdamente alto para uma máquina intermediária (já que não há como equipá-la para rodar games pesados ou outras tarefas que exijam uma placa de vídeo).

A proposta é boa, o desempenho é excepcional e as vantagens são inúmeras, mas com um preço exorbitante, o novo Intel NUC acaba sendo um item de luxo para poucos — ou somente para empresas, situação em que o custo acaba compensando. Talvez uma mudança nas ideias da Intel e uma baixa no preço possam garantir popularidade a este pequeno computador.

Cupons de desconto TecMundo: