(Fonte da imagem: Reprodução/Instagram/10emerson10)

O assunto mais comentado nas redes sociais com relação à 15ª rodada do Campeonato Brasileiro não foi um gol bonito, uma vitória ou a liderança do Botafogo. Após o jogo contra o Coritiba, o jogador Emerson Sheik, atacante do Corinthians, publicou uma imagem em sua conta pessoal do Instagram em que dá um “selinho” em um amigo.

A imagem gerou até mesmo protestos de cinco torcedores do clube paulista, que levaram faixas para o Centro de Treinamento do Corinthians condenando a atitude. Já boa parte dos torcedores de clubes rivais aproveitou a ocasião para rotular o jogador de “homossexual”.

Em entrevista a um programa de TV, o jogador Sheik pediu desculpas a aqueles que se sentiram ofendidos com qualquer coisa que ele pudesse ter feito de errado. Quanto às alegações de homossexualidade, o atacante foi taxativo: “Esse é um preconceito babaca em meio ao machismo do mundo futebolístico”.

Vale lembrar que essa não é primeira polêmica envolvendo o atleta. Quando era jogador do Fluminense, ele cantou o hino do Flamengo, maior rival do clube, no ônibus da equipe.  Além disso, ele já foi detido por falsidade ideológica em 2006, foi acusado de contrabando de veículos e tem uma macaca como animal de estimação.

Cupons de desconto TecMundo: