Boris Bork tem tudo que um bon vivant deseja: carros esportivos, restaurantes que contas que ultrapassam os quatro dígitos e modelos atraentes como companhia. Toda essa vida era postada frequentemente no Instagram e, poucos dias depois que entrou na rede social, Bork já marcava mais de 17 mil seguidores. Até este ponto tudo bem, contudo, Boris Bork não existia.

O perfil de Boris Bork foi uma invenção de dois amigos amigos russos que queriam provar algo: que o dinheiro é o chamariz para a fama online — e que você também não precisa ter dinheiro para conseguir seguidores, apenas mostrar que você é "exclusivo".

Foram dois meses enganando mais de 20 mil seguidores

Um dos inventores do perfil se chama Roman Zaripov, 23 anos. Ele comentou que foi atrás de alguém com aparência "mais velha" na rede social russa VK. Então, encontrou um homem chamado Boris Kudryashov, que vive de pensão e topou participar do experimento.

Após semanas de fotos, Zaripov comentou que gastou a quantia total de US$ 195 na brincadeira de transformar Kudryashov em um milionário. Em post de Facebook, disse o seguinte sobre o caso: "Fique assustado sobre como é fácil enganar as pessoas, e como quem deveria checar informações não faz isso".

No total, foram dois meses enganando mais de 20 mil seguidores. Ainda, Zaripov comentou que o perfil falso ainda recebeu algumas propostas de trabalho de marcas que queriam combinar posts de publicidade. "Estou surpreso como você pode fazer mais de 10 mil adultos acreditarem em uma pessoa inexistente", finalizou.

Boris Bork

Cupons de desconto TecMundo: