Na última terça-feira (4), a Epson anunciou novos modelos de impressora que contam com uma tecnologia que a empresa garante que fará você nunca mais ter que se preocupar com ficar sem tinta. Contando com um tanque de reserva dos líquidos usados na impressão, os aparelhos da linha EcoTank prometem reservas de tinta com duração de dois anos, menos gastos para os usuários e maior sustentabilidade.

Com preços a partir de US$ 400 (cerca de R$ 1.375, sem impostos), as impressoras são especialmente atraentes para quem consome quantidades elevadas de tinta e costuma gastar muito com cartuchos. Embora os aparelhos em si sejam mais caros que as alternativas, a economia gerada pelo EcoTank compensaria o investimento e traria economia a longo prazo.

Segundo estimativas da Epson sobre o consumo médio por usuário, a quantidade de tinta presente no tanque cheio que vem com os dispositivos seria o suficiente para durar dois anos – e caso você esgote suas reservas, a empresa vende um conjunto substituto com a mesma vida útil por US$ 52 (em torno de R$ 179, sem taxas). De acordo com cálculos do Wall Street Journal, adquirir o mesmo volume de tinta em cartuxos XL custaria “10 vezes esse valor”.

Exclusividade

Respondendo a uma pergunta do jornal a respeito do porquê da Epson ser a única empresa a executar esse tipo de estratégia, o CEO John Lang afirmou que a resposta está no hardware das impressoras da marca. Enquanto as rivais usam cabeças de impressão térmicas descartáveis, nos aparelhos da companhia são utilizados variante mecânicas permanentes.

Dessa forma, o fato das cabeças de impressão das máquinas da Epson ficarem sempre conectadas ao aparelho, a tinta pode ir até eles tanto a partir de um cartucho quanto de um tanque. Mais importante, no entanto, é o fato de que essas peças são mecânicas, e não térmicas, o que garante que são capazes de operar por anos sem necessidade de substituição e com menos chances de entupimento.

Cupons de desconto TecMundo: