As impressoras 3D já mostram resultados bastante impressionantes há algum tempo, mas fabricar chocolates ou burritos não é nada comparado ao que foi conquistado pela parceria entre o MIT e a University of Pennsylvania. Combinando uma série de substâncias, os cientistas foram capazes de criar tecidos artificiais que simulam vasos sanguíneos.

A rede de vasos artificiais é construída usando açúcar, após ele ficar sólido o suficiente para ser misturado a um gel contendo células vivas. Quando a mistura é colocada na impressora e o resultado fica pronto, o açúcar é eliminado e o conjunto de tecidos passa a operar normalmente.

Os usos desses vasos artificiais na medicina regenerativa, para garantir que tecidos recebam a corrente sanguínea, por exemplo, vai demorar: ainda é necessário descobrir como conectar a rede artificial ao resto do corpo, além de investigar a interação entre células e veias e artérias. Órgãos artificiais implantados em animais e muitos outros testes ainda devem acontecer antes desse experimento.

Fonte: The Verge

Cupons de desconto TecMundo: