(Fonte da imagem: Universidade Tecnológica de Viena)

A impressão 3D atual tem dois problemas básicos: ou o resultado demora muito para ficar pronto ou o produto final peca por não ser detalhado o suficiente. Mas os cientistas da Universidade Tecnológica de Viena, na Áustria, estão desenvolvendo um método que cobre essas duas falhas, construindo objetos incríveis em tempo recorde.

O carro de corrida, por exemplo, mede alguns nanômetros e levou apenas quatro minutos para ser desenhado, mesmo contando com mais de 100 camadas de detalhes diferentes. O processo de impressão em 3D de alta precisão é chamado de litografia de fóton duplo e trabalha com resina líquida, que é endurecida por um raio laser guiado via computador.

O segredo é agitar as moléculas de resina e deixá-la tomar forma sozinha, economizando muito tempo entre o desenho das camadas. Apesar de ser usada apenas em laboratórios por enquanto, a ideia é aplicar a tecnologia para áreas como a medicina, na construção de tecidos danificados.

Confira mais objetos criados com a impressora 3D na galeria abaixo:

Cupons de desconto TecMundo: