Estudantes da Universidade de Eindhoven, localizada nos Países Baixos, podem ter desenvolvido um método para acabar com a fome no mundo utilizando uma impressora 3D. Trata-se de uma espécie de “snack” (palavra inglesa para se referenciar a lanches ou petiscos) que é confeccionado utilizando o equipamento e promete se tornar uma solução barata para encher os nossos estômagos.

A parte que cabe à impressora 3D é a produção do casulo que tem uma aparência bastante curiosa. Dentro dessa esfera oca e com vários orifícios são colocados grãos, sementes e fungos que se desenvolvem dentro desse ambiente que é preparado para ser bastante propício para a proliferação desses ingredientes.

Os criadores do projeto afirmam que, em cinco dias, todo o alimento “se desenvolve” e fica pronto para ingestão. Vale ressaltar que toda a matéria-prima desse peculiar petisco é produzida utilizando ingredientes facilmente encontrados nas casas de todo mundo, como a farinha e o trigo.

O nome que os estudantes deram a essa impressora é “Edible Growth” e faz referência ao crescimento natural dos constituintes do alimento. A utilização do equipamento provavelmente se fez necessária por causa do formato peculiar do casulo que envolve todos os ingredientes internos. Afinal, de que outra forma aqueles pequenos orifícios (por onde entram o ar e a umidade) poderiam ter sido construídos? O snack pode não ter uma “cara” muito bonita, mas parece bastante apetitoso.

Cupons de desconto TecMundo: