A Autodesk, conhecida pela criação de softwares de modelagem 3D como o Inventor, apresentou recentemente a sua própria impressora 3D acompanhada de um software para controlar a impressão de objetos. O mais interessante dessa notícia, entretanto, não é o lançamento em si, mas sim as condições que esses produtos apresentarão ao mercado. Tanto o software quando a impressora são projetos de código-fonte livre. Ou seja, a empresa disponibilizou todo o projeto para quem se interessar em criar alguma coisa igual ou parecida.

Com isso, qualquer companhia que estiver interessada em entrar nesse negócio, poderá utilizar o modelo da Autodesk e começar a ganhar dinheiro sem gastar muito com desenvolvimento, uma vez que tudo está praticamente pronto.

Impressora ainda não tem data de lançamento ou preço definidos

A MakerBot inicialmente também tinha um projeto parecido com o da Autodesk, o de liberar o código-fonte de seus produtos para o público. Isso mudou com os mais recentes lançamentos da empresa, que se preocupva com a possível concorrência.

No caso da Autodesk, isso não deve ser um problema, uma vez que, liberando seu código de software e hardware, a produção de aparelhos compatíveis com seus outros produtos, como o Inventor, será ampliada. Assim, a procura por seus programas principais pode aumentar. É quase a mesma coisa que a Google faz com o Android, dando o software de graça para as parceiras e ganhando em troca o lucro com apps e ainda mais tráfego em seus serviços de buscas, mapas etc.

Além de criar esse projeto open-source, chamado Spark, a empresa lançará seu próprio hardware comercialmente para servir de inspiração para o mercado. Isso deve acontecer em algum momento até o fim de 2014, mas sem data específica.

Cupons de desconto TecMundo: