Você sabe como os sensores de imagem conseguem capturar a luz e transformá-la em informações digitais para formar as fotografias que tiramos o tempo todo? Basicamente, todo sensor de imagens é feito por um conjunto de sensores menores que capturam espectros diferentes da luz que entra na sua câmera. Ainda assim, há dois tipos principais de sensores, os CMOS e o CCD.

A diferença principal entre eles está na forma como coletam as informações interpretadas pelos seus sensores menores. Para explicar isso em julgamento contra a Canon, o artista Raymond Sirí criou esses dois vídeos que você assiste. Um mostra o procedimento de leitura do CMOS (1º vídeo), e o outro traz o mesmo processo acontecendo no CCD (2º vídeo).

O CMOS é o mais comum na atualidade, mas ele coleta as informações em linha de sensores. Cada linha é lida de uma vez, processada e armazenada para construir uma foto.

No caso do CCD, esse procedimento é diferente. O sensor captura a luz de todas as linhas de uma vez e faz a leitura em seguida. Isso quer dizer que esse tipo de sensor é mais eficaz para capturar elementos em alta velocidade. Confira os vídeos. 

Cupons de desconto TecMundo: