Dar uma repaginada no visual não faz mal a ninguém. E se você acha que precisa de uns retoques aqui ou ali, não precisa ir pra mesa de cirurgia. A verdade é que todo mundo – principalmente as mulheres, por serem muito mais vaidosas – gosta de fazer uns retoques e dar uma aumentada nos seios, cortar aquela barriguinha saliente e deixar as fotos com um visual mais bacana. E se a imagem vai para as redes sociais então, ninguém quer, literalmente, ficar mal na foto!

Para algumas mudanças básicas é desnecessário um curso avançado em tratamento de imagens ou usar softwares superincrementados que usuários menos experientes encontrariam muitas dificuldades em utilizar.

O Software de Cirurgia Plástica Virtual tem o objetivo de fazer exatamente o que seu nome propõe: realizar edições nas imagens sem a necessidade de ninguém ir para a faca! Seguem abaixo algumas dicas interessantes para ajudar você a dar as suas pinceladas nas imagens.
Pré-requisitos

  • Alguém mal na foto em uma imagem a ser turbinada! Observação: leia as dicas a seguir para escolher a melhor para este tutorial;
  • Software de Cirurgia Plástica Virtual. Baixe-o clicando no botão:

Escolhendo a imagem

Tudo começa com a escolha da imagem correta. Para este tipo de edição as melhores fotos são aquelas que contêm fundo sólido, de preferência em uma única cor. Isso porque algumas ferramentas literalmente arrastam partes da figura e, caso existam muitos objetos e cores diferentes em volta da área “mexida”, o fundo ficará desfigurado. Isso por consequência acaba estragando a imagem.

O ângulo também é muito importante. Dependendo dele alguns tipos de edição são impossíveis, pois deixam evidente que a imagem foi mexida, e isso ninguém quer. Por isso tome muito cuidado. Escolha imagens com você de frente para a câmera e, de preferência, também com iluminação frontal.

Exemplo de imagem

Mudando o visual

Depois de escolhida a foto mais apropriada, partimos então para a edição propriamente dita. A primeira dica é não exagerar. Isso porque mudanças muito radicais tornam você outra pessoa, ou pior ainda, não parecendo nem uma pessoa! Se artistas que fazem cirurgias plásticas demais ficam esquisitos, o mesmo vale para edições de imagens.

Manter as proporções também é importante. Não se pode, por exemplo, diminuir a cintura ao extremo, deixando-a incompatível com o resto do corpo. Ou então sonhar com a boca da Angelina Jolie e acabar com ela toda deformada. Por isso tenha cuidado com as mudanças, faça-as de forma suave e mantenha o realismo das suas fotografias.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Tirando a barriguinha

Ninguém gosta da famosa "pochette" em volta da cintura, e quando se fala em fotos então... A garota que tira aquela foto de top com as amigas e o jogador de futebol de fim de semana podem querer corrigir algumas pequenas curvas no seu visual para ficar com tudo em cima!

Abra a imagem – lembre-se, preferencialmente com você de frente para a câmera - e selecione a opção “Arrastar”. Em seguida defina o tamanho do pincel, sem exagerar e também sem deixá-lo muito pequeno. Tendo sua barriga como referência, arraste de fora para dentro do seu corpo levemente, mantendo sempre a proporção correta do abdômen.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Depois selecione a opção “Encolher” e, mantendo o mesmo tamanho de pincel utilizado anteriormente, dê cliques em vários lugares daquela região.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Agora, para manter o realismo e também dar uma caprichada e ficar com um visual mais sarado, dê também alguns cliques com a ferramenta “Encolher” no resto da barriga.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Silicone? Para quê?

Para dar uma turbinada, as próteses não são obrigação. Pelo menos nas fotografias! Aumentar o seu busto utilizando este aplicativo é bem fácil. Selecione a opção “Aumentar” e deixe um pincel um pouco menor do que o tamanho original de seu seio. Em seguida dê cliques uniformes nas “beiradas” de ambos, aumentando-os levemente.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Lembre-se de não exagerar e tenha cuidado para manter a proporção, tanto de um para o outro, como para com o resto do corpo. Outra coisa importante é prestar atenção ao ângulo da foto, pois dependendo dele é necessário ter um cuidado maior de um lado do que do outro a fim de manter o realismo da imagem.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Mexendo em tudo

Se você quer mudanças em todas as partes do corpo, também é possível consegui-las com Software de Cirurgia Plástica Virtual. Basta ter um pouco de paciência e caprichar nas mudanças que é possível deixar uma foto com outra cara. Veja no exemplo abaixo, colocamos setas em todos os lugares nos quais foram feitas mudanças:

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Para fazer tudo isso não se pode ter pressa. Trate cada parte de corpo separadamente, dê zoom onde quer mexer e o faça com calma e sem exageros, principalmente em partes em que as alterações são mais sensíveis, como nariz, olhos e boca.

Cuidado também com o tamanho do pincel; no rosto o utilize sempre pequeno e use poucos cliques. Para aumentar os lábios utilize a ferramenta “Aumentar” e, se quiser diminuir, o nariz utilize “Encolher”.

Manere com os cliques, sempre os faça exatamente onde quer mexer, caso contrário pode acabar com bochechas enormes e dentes desproporcionais no caso da boca, por exemplo.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Se fizer tudo com calma e sem pressa, o resultado pode ficar muito satisfatório. Para um programa básico, as mudanças possíveis trazem alterações legais na imagem, se as ferramentas do aplicativo forem usadas de forma correta.

Software de Cirurgia Plástica Virtual

Agora se você deseja mudanças ainda mais radicais, como mexer no fundo, ou na iluminação, procure softwares mais completos. Mesmo alguns grátis como o Gimp ou o Paint.Net já proporcionam uma grande quantidade de possibilidades, e se quer se profissionalizar em edição de imagens, com certeza o Photoshop ainda é, disparado, o melhor programa do gênero.