Barra acompanha CEO da Xiaomi, Lei Jun, em apresentação na IFA (Fonte da imagem: Reprodução/The Wall Street Journal)

Logo depois de se desligar da Google há algumas semanas, o ex-gerente de produto do Android, Hugo Barra, apareceu hoje na conferência da sua nova empregadora na IFA 2013 em Berlin. Antes conhecido como a “cara do Android”, o brasileiro agora deve ser o vice-CEO da Xiaomi e vai se encarregar de expandir mundialmente a fabricante de smartphones chinesa. No evento da empresa, ele foi encurralado pela imprensa antes do início da apresentação por conta da sua saída polêmica e misteriosa da Google.

Barra não chegou a comentar com nenhum meio de comunicação sobre os rumores que rondam seu desligamento da criadora do Android, mas teve que ser acompanhado por seguranças para um local longe da multidão. Segundo fontes anônimas ligadas à Google, ele teria se envolvido em um relacionamento com uma gerente de marketing na empresa, formando um triângulo amoroso com o CEO da Google, Sergey Brin. Ainda assim, há relatos de que Barra já tinha intenção de deixar a gigante das buscas meses antes do acontecido.

Além da presença de Barra no evento da Xiaomi, chamou atenção ainda a legião de fãs da marca, que tem ganhado bastante destaque na China por conta dos produtos de alta qualidade e preços baixos. Segundo o The Wall Street Journal, a legião de fãs da marca usava bastões brilhantes de festa, situação comparável ao carnaval.

A empresa apresentou no evento seu novo smartphone, o Xiaomi 3, e uma smartTV, a primeira fabricada pela empresa. Quando Barra se juntou no palco ao CEO da empresa chinesa, ele comentou que “está na hora de o mundo conhecer a Xiaomi”. Ele se comprometeu ainda a aprender “chinês” para iniciar suas atividades em outubro.

Cupons de desconto TecMundo: