Roombas modificados ajudam a IBM a aprimorar o sistema de refrigeração. (Fonte da imagem: TechWeekEurope)

Visando reduzir os custos com refrigeração nas salas de seus servidores, a IBM passou a usar uma versão modificada do aspirador-robô Roomba, da iRobot, para auxiliar no controle da temperatura. As máquinas são capazes de monitorar a temperatura do ambiente, encontrando de forma autônoma aquelas mais críticas dentro dos data centers da companhia.

Os dispositivos, que fisicamente lembram uma enceradeira (aliás, você já viu uma enceradeira pessoalmente?), têm 1,5 metro de altura e são equipados com um polo com sensor de temperatura. Eles fazem uma “patrulha” pelas centrais de dados, coletando informações como temperatura e umidade de cada ambiente.

Assim, eles permitem um melhor aproveitamento do sistema de refrigeração, pois informam que locais necessitam mais ou menos de resfriamento, evitando maiores desperdícios. Desse modo, a IBM consegue manter seus servidores livres de superaquecimento e, ao mesmo tempo, poupar recursos ao utilizá-los de forma mais inteligente.

Cupons de desconto TecMundo: