Uma piadinha de mau gosto feita pelo passageiro de um avião acabou atrasando um voo local em cerca de duas horas. Coisa de brasileiro, certo? Nada disso! Apesar de o nosso querido e bem-humorado povo ter um dom para fazer graça com praticamente qualquer situação, o caso, desta vez, se passou na Austrália. Aparentemente, um engraçadinho resolveu aproveitar a conexão disponibilizada pela companhia aérea para simular uma “inofensiva” ameaça de bomba. Bacana, né?

Diferentemente do que já foi visto em casos semelhantes, nos quais algum cidadão foi às redes sociais ou mandou emails dizendo que explodiria algum lugar – de brincadeirinha –, o comediante da vez causou terror no voo QF481, da Qantas, apenas colocando um nome criativo ao habilitar o modo hotspot em algum de seus equipamentos eletrônicos.

Voo de Melbourne a Perth sofreu atraso por conta de brincadeira

Assim, toda a confusão teve início quando um dos clientes embarcados reparou que uma tal “Mobile Detonation Device” (“Dispositivo de Detonação Móvel”) estava entre as conexões ativas nos momentos que precediam a decolagem. Segundo o site The West Australian, o passageiro avisou um membro da tripulação, que, por sua vez, alertou o piloto da aeronave.

Temendo que o caso fosse mais do que uma brincadeira – e para evitar pânico entre os usuários –, o comandante explicou que o suposto item precisaria ser encontrado antes que o voo fosse liberado ou que o responsável pela conexão inusitada assumisse a autoria da piada. Como ninguém se manifestou e foi levantada a hipótese de que o hotspot poderia estar no terminal de embarque – devido à abrangência da rede WiFi –, o voo eventualmente foi autorizado a seguir viagem, mas não sem antes atrasar um bocado.

Não ameace minha conexão, cara!

Como uma parte dos passageiros não se sentiu confortável em voar em um avião com um possível dispositivo nada amigável a bordo, foi preciso realocar esses clientes, procurar suas bagagens no local e transportar tudo para fora da aeronave. Essa operação de emergência fez com que o QF481 chegasse mais de duas horas depois ao seu destino, tudo por conta de uma brincadeira “inofensiva” em um ambiente bastante delicado.

Embora a situação possa parecer engraçada para algumas pessoas, isso pode acabar atrapalhando a popularização da oferta de conexões WiFi aos passageiros durante o transporte aéreo, um recurso que vem ganhando força aos poucos e dá mais opções de entretenimento aos usuários durante a viagem. Se a piada se repetir outras vezes, teremos um exemplo prático do meme “This is why we can’t have nice things” – ou, em uma tradução livre, “É por isso que não podemos ter coisas legais”.

Você gostaria que mais voos disponibilizassem conexões WiFi? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: