Quase no apagar das luzes de 2015, a HTC aproveitou o período de poucos lançamentos e apresentou um novo smartphone. Trata-se do HTC One X9, que já era especulado em recentes vazamentos sobre a empresa.

O dispositivo tem especificações técnicas altas, mas deve ser vendido por um preço um pouco mais popular — ao menos na China, até agora único país a ter o lançamento confirmado. O objetivo da HTC é bastante claro: estabelecer a marca em um país que já conta com uma alta quantidade de marcas locais (Xiaomi, Oppo e outras) que apresentam boas configurações e valores bem reduzidos.

Abocanhando a China

Para atrair públicos de todos os tipos, a empresa fez algumas mudanças e manteve certas características. Os botões capacitivos logo abaixo da tela estão de volta e o aparelho é Dual-SIM e conta com uma tela generosa tanto em tamanho quanto resolução.

O corpo do dispositivo é feito em uma única peça de metal, moldada em um processo complexo e preciso que dura mais de 300 horas de trabalho e 50 passos até ficar pronto. Destaca-se também a alta quantidade de espaço extra suportado a partir de um cartão micro SD — até 2 TB, mais do que o suficiente para guardar músicas, vídeos e muito mais.

Especificações técnicas

  • Tela: 5,5" Full HD (1080p e 401 ppi)
  • Processador: MediaTek X10 octa-core (oito Cortex-A53
  • Memória RAM: 3 GB
  • Armazenamento interno: 32 GB (suporta micro SD de até 2 TB)
  • Câmeras: 13 MP (traseira) e 5 MP (frontal)
  • Conectividade: Bluetooth 4.1, WiFi 802.11 a/b/g/n/ac, 3G, 4G, microUSB
  • Bateria: 3.000 mAh
  • Medidas: 15,3 x 7,5 x 0,79 mm
  • Peso: 170 g

O aparelho custará o equivalente a R$ 1,4 mil quando for lançado na China e espera-se que o preço baixo seja mantido também em outros países — isso se ele realmente for lançado internacionalmente. Ainda não há uma data certa para o início das vendas.

O que você achou do HTC One X9? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: