Parece que a saída da Hewlett-Packard do mercado de dispositivos móveis causou um reboliço entre outras companhias, que visam ampliar sua competitividade em plataformas portáteis. A disponibilização por parte da HP do WebOS para outras empresas interessadas revelou os planos da HTC iniciar a produção de um sistema operacional próprio.

Em entrevista ao jornal chinês The Economic Observer, a presidenta da empresa, Cher Wang, comentou que está analisando a possibilidade de iniciar um sistema operacional próprio: “Nós temos discutido isso internamente, mas não vamos fazer nada por impulso”.

Perguntada sobre a recente aquisição da Motorola pela Google por 12,5 bilhões de dólares, Wang respondeu dizendo que “a Morotola é uma empresa com um grande número de patentes importantes, e a Google agiu certo em adquiri-la”.

Sobre as alternativas de desenvolver ou comprar um sistema operacional, a resposta foi “nós podemos utilizar o SO que quisermos. Nós fomos capazes de fazer modificações diferentes de nossos rivais na segunda e terceira camadas da plataforma (do Android). Nossa força está em entender os sistemas, mas isso não quer dizer que tenhamos que desenvolver um sistema operacional”. Parece que a HTC não pretende sair do zero, nem abandonar completamente a plataforma Android.

Cupons de desconto TecMundo: