Nas últimas semanas, a HTC está soltando aos poucos novas informações sobre seu novo smartphone top de linha que deve ser anunciado oficialmente na próxima terça-feira (12). No entanto, uma série de benchmarks publicados nesta sexta-feira (8) estragaram os planos da empresa ao revelar os detalhes técnicos mais importantes do dispositivo.

O dispositivo deve ter como seu “coração” o chipset Snapdragon 820, algo que já era esperado graças aos teasers publicados recentemente pela Qualcomm. Isso significa que, no mínimo, o celular deve ter desempenho semelhante a outros tops de linha como o Samsung Galaxy S7 e o LG G5 (este último em sua versão internacional).

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 6.0 (Marshmallow)
  • Tela: 5,2 polegadas
  • Resolução: 2560x1440 pixels
  • Chipset: Snapdragon 820
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento interno: 32 GB (24 GB disponíveis)
  • Câmera frontal: 4,8 megapixels (2592x1944 pixels) com vídeos a 2592x1944 pixels
  • Câmera principal: 11 megapixels (4000x3000 pixels) com vídeos em UHD (3840x2160 pixels)
  • Recursos extras: acelerômetro, Bluetooth, bússola, GPS, giroscópio, NFC, pedômetro, sensor de proximidade, suporte a um cartão SIM e WiFi

Benchmarks revelam o poder do HTC 10

Vale notar que as especificações de hardware servem somente como um indicativo do que podemos esperar do HTC 10 em matéria de desempenho. O que deve diferenciar o aparelho são as soluções de software e design criados pela empresa — que já prometeu que a novidade vai entregar a melhor versão da tecnologia BoomSound já feita até hoje.

Outra aposta da fabricante para chamar a atenção dos consumidores é a inclusão de um sistema de estabilização de imagens na lente frontal do smartphone — algo inédito em um produto da categoria. Isso deve facilitar a captura das famosas “selfies” e também auxiliar quem pretende aproveitar o recurso de transmissões ao vivo do Facebook para falar com seus amigos ou com seu público.

A questão que deve permanecer mesmo após o evento da companhia (que terá transmissão ao vivo a partir das 10 horas da manhã no horário de Brasília) é se o novo dispositivo vai ser capaz de competir em popularidade com nomes como o Galaxy S7. Nos últimos tempos, a HTC tem tido problemas em conquistar espaço no mercado mobile, e muitos já veem a empreitada da companhia na realidade virtual (o Vive) como o melhor caminho para sua sobrevivência futura.

O que você espera do HTC 10? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: