Conhecida principalmente por seus computadores pessoais e suas impressoras, a HP também se aventura no campo dos acessórios. Prova disso é o headset H2800 que, com suas dimensões reduzidas, pode ser usado tanto conectado a um computador quanto acompanhado por um MP3 player ou um smartphone.

Tivemos a oportunidade de passar um pouco mais de uma semana com o fone, que foi utilizado nas mais diversas situações, que vão de escutar músicas de variados estilos até atender ligações telefônicas e participar de videoconferências. Tomando como base nossa experiência, desenvolvemos uma análise completa do produto, indicando seus pontos fortes e aqueles em ele poderia melhorar. Confira nossas impressões e, após finalizar a leitura, registre sua opinião em nossa seção de comentários.

Especificações técnicas

  • Conector de áudio de 3,5 mm
  • Microfone integrado ao cabo flat
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Sensibilidade (@1kHz): 102dB ± 3dB
  • Haste ajustável
  • Dimensões: 142 (largura) x 180 (altura) x 62 (espessura) mm
  • Peso: 124 gramas
  • Cores disponíveis: laranja, branca e roxa

Design

Em matéria de design, o H2800 não se diferencia muito de outros headsets supra-auriculares disponíveis no mercado, o que não é exatamente algo negativo. Quase totalmente branco, o acessório só exibe alguma espécie de coloração em suas saídas de som e no cabo responsável por conectá-lo a alguma dispositivo.

A versão que pudemos testar possui acabamento na cor alaranjada, que combina muito bem com o resto do produto. Apresentando dimensões reduzidas, o acessório tem almofadas que se assentam confortavelmente sobre as orelhas do usuário, sem envolvê-las totalmente. Esses elementos resultam em um fone de ouvido que pode ser usado em público sem chamar muito a atenção das pessoas ao redor.

Um dos pontos que se destaca no H2800 é a opção por um cabo do tipo flat, que evita os famosos nós bem conhecidos de quem costuma usar fones de ouvido constantemente. Além disso, a tecnologia se mostra mais resistente do que os fios normalmente utilizados pela fabricante, algo que serve como garantia de que não é qualquer pequeno acidente ou puxão que vai inutilizar o acessório.

Outro aspecto que chama a atenção no produto são as suas hastes flexíveis, que podem ser dobradas de forma a facilitar o transporte do fone dentro de uma mochila ou bolsa. Essa solução funciona bem, mas sentimos que ela poderia se portar de maneira ainda melhor caso fosse possível remover o cabo flat do aparelho no momento em que ele não está sendo utilizado.

Conforto e qualidade sonora

Caso você tenha o que pode ser considerado uma cabeça grande, o H2800 pode se mostrar um pouco desconfortável. Mesmo usando a extensão total da haste do fone de ouvido, ele permanece relativamente pequeno, algo que pode provocar desconforto a alguns usuários, especialmente após longas horas de uso.

Embora não envolvam totalmente a orelha, as saídas de som do dispositivo se mostraram bastante confortáveis graças ao acabamento usado pela fabricante. O revestimento das almofadas adotado pela HP é firme, mas se mostra maleável o suficiente para se adaptar rapidamente ao formato das orelhas do usuário.

Já em matéria sonora, o H2800 surpreendeu durante nossos testes. Embora o aparelho siga as tendências do mercado e privilegie os sons graves, ele faz isso de forma discreta e não há a sensação de que seus ouvidos estão sendo “martelados” enquanto você escuta sua música favorita, mesmo em um volume intenso.

O headset também entrega agudos de qualidade, ainda que peque um pouco nos tons médios. É possível perceber diferentes frequências sonoras com certa facilidade, mas, conforme você aumenta o volume de reprodução, é possível sentir que certos tons são perdidos e ficam ligeiramente “embolados”, característica que pode desapontar os audiófilos mais exigentes.

O isolamento sonoro do H2800 se mostrou bastante eficiente. Mesmo em um ambiente repleto de sons externos, não foi preciso usar mais do que uma intensidade mediana de reprodução para que o fone de ouvido conseguisse abafar totalmente o que acontecia ao redor — característica que evita que você “destrua” seus ouvidos devido ao uso prolongado do acessório.

Já quem gosta de escutar músicas no volume mais alto possível vai ficar feliz em saber que o fone da HP é bastante potente nesse sentido. Embora investir em uma intensidade maior implique na perda de determinadas frequências (algo já mencionado nessa análise), não notamos qualquer espécie de distorção quando exigimos o máximo que o produto tinha a oferecer nesse sentido.

Por fim, devemos mencionar a qualidade do microfone incluído próximo ao controlador de som do aparelho. Mesmo que ele tenha desempenhado suas tarefas de forma competente, sua localização faz com que não seja exatamente fácil utilizá-lo enquanto você está em movimento — a não ser que você esteja segurando o cabo de conexão do aparelho para deixá-lo em uma posição fixa.

Vale a pena?

Após passar mais de uma semana usando o H2800, é difícil não se pegar surpreso com a qualidade do fone de ouvido, especialmente quando se leva em consideração que a HP não é exatamente uma referência na área. Ainda que o dispositivo não seja exatamente a melhor opção de sua categoria, a combinação entre design compacto e boa qualidade sonora apresentada por ele chama a atenção.

O principal problema do aparelho está relacionado a suas dimensões ligeiramente reduzidas, que não o tornam uma opção exatamente confortável para todos os tipos de pessoas. Quem possui uma cabeça grande, por exemplo, pode se sentir incomodado pelo fato de a haste do aparelho não se estender muito, o que se torna um incômodo após certo tempo de uso.

No entanto, o acessório compensa esse “defeito” ao adotar almofadas que se moldam facilmente ao formato das orelhas do usuário. Além de favorecer o uso contínuo do produto, essa solução também garante um bom isolamento sonoro — durante nossos testes, dificilmente tivemos que usar o dispositivo além de sua intensidade mediana para “apagar” os sons do ambiente ao redor.

Em resumo, o H2800 pode não ser tão bom quanto algumas opções fabricadas por marcas mais tradicionais como Sony e Sennheiser (que costumam ser mais caras), mas merece a atenção de qualquer um que procura por uma experiência sonora prazerosa. Pena que, ao menos até o momento de realização desta análise, foi um pouco difícil encontrar o produto, que sequer constava na loja oficial da HP para o Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: