Muitos fãs de jogos de luta ou fliperamas clássicos não abrem mão do sonho de um controle arcade. Existem vários estilos deles, mas, nos últimos anos, graças a fabricantes como Hori, MadCatz e Qanba, os arcades japoneses ganharam uma popularidade muito grande.

A principal diferença entre o estilo japonês e o americano é seu formato e tipo de construção. Se você vir um controle cujo manche é uma bolinha, estamos falando de um modelo japonês. Se você ainda ficou com dúvidas, dê uma olhada na imagem e no vídeo que colocamos logo abaixo:

Um manche Sanwa JLF japonês ao lado de um manche HAPP americano

Esse mercado é absolutamente dominado por duas fabricantes de peças para fliperamas desde os anos 80: a Sanwa e a Seimitsu. Sendo assim, controles de alto desempenho são muito similares entre si, basta à fabricante desenvolver uma boa caixa para colocar as peças e aí então adicionar funções extras que possam agradar os jogadores. A maioria dos controles de alto nível se resumem ao processo de criação do seu formato para o posicionamento das peças Sanwa: botões da sua série OBS e o manche da série JLF, todos da própria Sanwa.

O plano HORI

Nesse contexto, a fabricante japonesa HORI é uma das principais líderes do segmento há décadas. Ela trabalhava com uma linha mais barata de controles, com fabricação própria de seus botões e manches um pouco mais simples, e outra Premium, que utilizava botões Sanwas, os mesmos das máquinas oficiais.

A HORI é uma das empresas mais tradicionais no ramo dos periféricos para vídeogames, estando mercado há décadas.

Mas parece que o jogo virou, não é mesmo, queridinha? Após anos de pesquisa, a HORI desenvolveu sua própria linha Premium de peças para competir diretamente com a Sanwa. Seu manche é batizado de HORI Hayabusa, e os botões, de HORI Kuro.

Esses gabinetes azuis são máquinas Vewlix equipadas com manches Haybusa e botões Kuro.

Além de lançar uma série de novos controles com essas peças, a fabricante foi além e fechou uma parceria com a própria TAITO, substituindo os componentes Sanwa nos gabinetes oficiais e introduzindo no mercado japonês gabinetes inteiros onde as peças oficiais agora são HORI.

Ou seja, resolveram dar uma voadora seguida de rasteira no seu principal fornecedor e partir direto para a treta industrial dos fliperamas.

Detalhe do painel de uma Vewlix edição Hayabusa com botões Kuro

Na geração anterior, as peças HORI foram introduzidas através do controle Fighting Edge e, na atual, existem outras variantes, como o HORI Real Arcade Pro 4 Premium VLX e o HORI Real Arcade Pro 4 Hayabusa.

Depois de tanta confusão, inúmeros detalhes sobre peças e uma série de modelos diferentes, a HORI finalmente concentrou todas as suas experimentações em um único aparelho para ser divulgado como seu principal controle atual para PlayStation 4 e PlayStation 3 e PC: o HORI Real Arcade Pro 4 Kai, custando US$ 149,99.

Mas como é o HRAP 4 Kai?

Quanto a estilo, não há dúvida: o HRAP 4 Kai é um controle bonito. Seu design é sóbrio e segue uma linha que a HORI buscou nos últimos anos. O acabamento em preto com preto sem a utilização de artes específicas de jogos deixa-o com um ar de periférico oficial.

O que pode ser um pouco controverso para alguns é o design da sua área de jogo e seu peso. Apesar de 2,2 kg ser um número considerável, não dá para negar que esse arcade é ligeiramente mais leve que outros concorrentes e isso pode incomodar jogadores um pouco mais agressivos, já que o resultado é uma maior movimentação no colo. Isso é imediatamente compensado com sua base emborrachada que pretende dar uma pegada mais firme nas pernas, mas não resolve completamente. Acaba sendo uma questão de preferência e não deve ser um problema para a grande maioria das pessoas.

A base emborrachada é de alta qualidade e garante mais aderência quando apoiado em uma mesa e mais conforto para a jogatina de colo. Essa imagem também ilustra o chanfro central para carregá-lo.

Já a área de jogo segue uma linha wide. Há um espaço um pouco menor para o apoio das mãos e um chanfro onde se espera que a pessoa encoste seu punho. É o mesmo design da linha VX da geração passada, então quem tinha esses controles vai se sentir em casa. Aqui, mais uma vez, a subjetividade impera. Aqueles que descansam o punho enquanto jogam podem se incomodar com o espaço menor, embora o chanfro possa ser confortável para outros.

A qualidade de construção é de alto nível, sendo impossível encontrar qualquer tipo de rebarba ou falhas no plástico. Nesse ponto, existem duas grandes mudanças em relação aos modelos anteriores. A primeira é um espaço frontal no meio do controle feito para facilitar a pegada ao carregá-lo de um lado para outro.

A segunda é que a HORI alterou o posicionamento dos botões de função. Nessa mesma geração, eles ficavam no painel superior direito do controle, mas, no HRAP 4 Kai, comandos como L3, R3, Share e chaves de função ficam convenientemente escondidos abaixo da aba direita, sendo impossível que o jogador os aperte sem querer em um momento importante de um torneio, por exemplo.

Todos os controles especiais foram movidos do painel superior nas versões Hayabusa para a parte lateral no 4 Kai. Compartilhamento, digitais ou analógicos, velocidade do turbo, Função Assign

Esse arcade é robusto, mas, ainda assim, durante o jogo, ele não tem o mesmo feeling de robusteza de alguns dos concorrentes da geração anterior. De forma alguma o controle passa a sensação de ser um produto fraco ou de baixa qualidade, mas a experiência de jogo em um Hori Real Arcade Pro 4 Kai lembra mais a de produtos simples como o Qanba Q1 ou o MadCatz SE. Isso não é uma característica objetiva ou negativa, mas sim um conjunto de impressões através do feeling de seu peso e, principalmente, do barulho emitido pelas peças Hayabusa e Kuro.

Outra característica de design bastante específica é o posicionamento de seu Start, que fica logo ao lado dos botões de jogo. Outros produtos procuram escondê-lo em algum canto do aparelho, mas a HORI prefere deixá-lo logo ao lado, por ser muito usado em diversos jogos, e confiar na capacidade do jogador de não partir para a ignorância e esbarrar no Start por acidente.

Caso o jogador se incomode, a função Assign permite mudar essa ação para um outro botão, impedindo que em um torneio, por exemplo, a partida seja interrompida e o competidor perca um round ao esbarrar ali. O mesmo pode acontecer quando um controle apresenta uma falha técnica e pausa a partida sem querer. Se você pensa que funções como essas são exageros, isso já aconteceu no maior torneio de jogos de luta do mundo, logo na final.

O Start no painel de jogo pode ser uma dor de cabeça para os mais descontrolados mas é extremamente prático para quem sabe se segurar na hora de um combo destruidor!

Compro ou não compro?
Não é tão simples assim...

O HORI Real Arcade Pro 4 Kai é um arcade de altíssimo desempenho, mas algumas coisas precisam ser levadas em consideração.

A primeira é a situação de tragédia no Brasil para qualquer jogador que seja fã de jogos que se utilizam de um aparelho como esse. Mesmo tendo o preço de 149,99 dólares lá fora, esses controles não possuem representantes oficiais no país. Combinando suas caixas gigantescas que são a garantia de fretes altos, com a alta do dólar e a certeza de taxação, o resultado é que controles desse padrão não chegam por aqui por menos de 1.000 reais. Esse panorama, então, força os interessados a enfrentarem uma realidade de compras apenas à vista e que precisam ser importadas por conta própria.

Outro ponto é a decisão da HORI de lançar o modelo padrão com suas peças. Sem dúvida alguma, o manche Hayabusa e os botões Kuro são de alta qualidade, mas por muitos anos a Sanwa conquistou um clima de desejo e tornou-se o padrão em quase todos os controles desse tipo no mercado, sendo utilizada pelos melhores jogadores do mundo já há muitos anos.

Apesar de serem muito parecidos, é preciso certo tempo para se adaptar completamente ao Hayabusa caso já se tenha jogado com um manche Sanwa, e isso significa que, após se acostumar, o jogador acaba ficando restrito a esse controle como padrão de preferência. Isso não é necessariamente um problema, mas é como se na briga entre Coca-Cola e Pepsi um novo refrigerante de cola tão bom quanto chegasse ao mercado e você se visse em uma dúvida maior ainda sobre qual deles é o seu preferido.

Um grande diferencial presente em raríssimos controles mas que a HORI vem adicionando na maioria dos seus periféricos recentes é a capacidade de remapear os botões de maneira física. Você pode trocar o Start de lugar por exemplo ou desativar um botão por completo. Mas infelizmente essa função não está disponível para todos os botões do aparelho, então existe um limite nessa loucura. E sim, tudo isso é feito independente de jogo ou software e é salvo de maneira física no controle mesmo quando ele é desconectado do console.

Vale a pena?

No fim das contas, o que acontece é que ainda não temos controles tão bons para PlayStation 4 e Xbox One quanto os que existiam para PlayStation 3 e Xbox 360. Isso não quer dizer que o HORI Real Arcade Pro 4 Kai e o MadCatz TE 2 sejam ruins. Nada disso: eles são de altíssimo desempenho, os melhores de geração atual definitivamente. Mas ainda não conseguem competir com a qualidade de construção e conjunto de features de modelos como MadCatz V.S, Qanba Q4, HORI Real Arcade Pro 3, MadCatz Fightstick Pro, MadCatz TE 1 e S, HORI Fighting Edge e alguns outros.

Se você está no mercado em busca de um arcade para seu PlayStation 4 e está disposto a apostar em peças de alta qualidade, mas fora do padrão estabelecido, esse é um ótimo controle com preço tabelado de 149,99 dólares e deve se manter na galeria de controles de alto padrão nessa plataforma por muito tempo.

Porém, se puder esperar, sem dúvida alguma ainda teremos muito lançamentos de diferentes marcas que podem vir a superar todos os concorrentes atuais, já que eles mesmos não oferecem algo muito melhor do que foi feito nas gerações anteriores. 

Atenção:

Esse modelo é exclusivo do console da Sony e donos do Xbox One devem procurar pelo modelo anterior, o HORI Real Arcade Pro Hayabusa. No entanto, é esperado que a HORI lance um modelo dessa versão para o Xbox One ou até mesmo um outro modelo exclusivo para o vídeogame da Microsoft. A MadCatz oferece o seu controle atual, o TE 2, tanto para o PS4 quanto para o XONE e nós já estamos preparando uma análise desse modelo por aqui.

Cupons de desconto TecMundo: