Imagem de: Falhas técnicas marcam show com holograma de Renato Russo

Falhas técnicas marcam show com holograma de Renato Russo

1 min de leitura
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Reprodução/Multishow)

Falhas técnicas e desorganização marcaram o show com o holograma do cantor Renato Russo, realizado neste final de semana no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Este foi o primeiro show cultural realizado no espaço, recém-inaugurado durante a abertura da Copa das Confederações.

A maior parte das críticas dos espectadores ficou por conta da imagem do cantor. “Foi a maior decepção. Achei que a imagem não ficou bem construída”, afirmou a publicitária Adriana Cocenza. A organização do evento reconheceu que houve ainda falta de preparo adequado por parte dos funcionários para orientar o público.

De acordo com a produção do show “Renato Russo Sinfônico”, o evento resultou em uma arrecadação de R$ 70 mil em ISS (Imposto Sobre Serviços) ao governo do Distrito Federal. Por se tratar de um evento teste, não houve qualquer remuneração pelo uso do estádio.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Falhas técnicas marcam show com holograma de Renato Russo