(Fonte da imagem: Reprodução/Multishow)

Falhas técnicas e desorganização marcaram o show com o holograma do cantor Renato Russo, realizado neste final de semana no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Este foi o primeiro show cultural realizado no espaço, recém-inaugurado durante a abertura da Copa das Confederações.

A maior parte das críticas dos espectadores ficou por conta da imagem do cantor. “Foi a maior decepção. Achei que a imagem não ficou bem construída”, afirmou a publicitária Adriana Cocenza. A organização do evento reconheceu que houve ainda falta de preparo adequado por parte dos funcionários para orientar o público.

De acordo com a produção do show “Renato Russo Sinfônico”, o evento resultou em uma arrecadação de R$ 70 mil em ISS (Imposto Sobre Serviços) ao governo do Distrito Federal. Por se tratar de um evento teste, não houve qualquer remuneração pelo uso do estádio.

Cupons de desconto TecMundo: