Você já está mais do que acostumado a ver notícias sobre os quadricópteros, que possuem quatro hélices para oferecer mais estabilidade nos voos — ainda mais se compararmos a helicópteros comuns, que possuem apenas uma grande central de pás giratórias. Agora, um grupo de desenvolvedores alemães estão mostrando os primeiros “passos” do E-Volo, que oferece nada menos do que 18 hélices.

Exatamente, estamos falando de um octadecóptero, que pode ser muito mais estável do que qualquer outro objeto voador do qual tivemos notícias até hoje. Com motores elétricos de alta qualidade, ele ainda garante que nenhum tipo de poluente seja emitido durante os voos — que podem durar até 20 minutos com o atual sistema de baterias integrado ao E-Volo.

A velocidade máxima no momento é de 96 quilômetros por hora. Vale dizer que o aparelho ainda está em fase de testes e muitas mudanças ainda podem ser colocadas em prática. Com isso, espera-se melhorar não somente a velocidade dos voos, mas também o tempo de autonomia das baterias. Algo a ser notado: o E-Volo não é uma miniatura.

Apesar de ser controlado por controle remoto no vídeo, trata-se de um equipamento capaz de transportar pessoas facilmente. Ainda é cedo para dizer quando poderemos ver um veículo como o octadecóptero E-Volo em funcionamento, mas esperar por algo parecido ainda nesta década não seria sonhar alto demais. Será que o projeto tem chances de dar certo comercialmente?