(Fonte da imagem: Reprodução/Russian Helicopters)

Como parte de seus esforços para modernizar suas forças militares, a Rússia decidiu substituir o famoso helicóptero Mi-24 HIND por um veículo ainda mais devastador: o Mi-28 Night Hunter. Embora tenha começado a ser desenvolvido na década de 1970, o veículo só deve começar a ser produzido em quantidades massivas em breve.

Ao contrário de seu antecessor, que conta com oito assentos, o Mi-28 só tem capacidade para três passageiros. Também há uma mudança no foco do veículo, que passa a focar mais em quesitos como velocidade e poder de ataque do que na capacidade de transportar tropas por um campo de batalha.

Medindo 17 metros de comprimento (valor equivalente ao diâmetro de seu rotor), o helicóptero possui um par de motores Isotov TV-3-117VM de 2.200 HP que podem alcançar uma velocidade máxima de 320 Km/h. Ao todo, o veículo é capaz de viajar uma distância de aproximadamente 200 quilômetros antes que seja preciso reabastecer seu tanque de combustível.

Poder de fogo invejável

Além de ser bastante rápido, o Night Hunter possui equipamentos que detectam e evitam radares e um sistema de rastreamento capaz de detectar alvos a até 9,6 quilômetros de distância. Esse verdadeiro tanque voador carrega nada menos que 2,3 toneladas de munições, em uma lista que inclui 16 mísseis antitanque, diversos mísseis de 80 e 122 mm e um canhão 2A42 capaz de disparar 900 projéteis por minuto.

(Fonte da imagem: Reprodução/Russian Helicopters)

Até 2011, a Rússia já contava com 16 unidades operantes do Mi-28, número que deve chegar a mais de 130 até o ano de 2020. Combinado com os 150 helicópteros Ka-50 que o país afirma ter, isso mostra que seus governantes estão dispostos a encarar de frente qualquer confronto bélico que possa surgir no futuro.