O órgão norte-americano responsável pelo registro de patentes concedeu recentemente o registro de um novo tipo de helicóptero para a Airbus. A aeronave tem um design bem curioso e, além da hélice principal na parte de cima, conta com mais duas auxiliares nas asas laterais para ajudar com a velocidade e manobrabilidade.

Esse aparelho ainda não foi construído nem mesmo em protótipo, mas já está sendo considerado o possível helicóptero mais rápido do mundo, uma vez que as especificações deixam seu desempenho bem claro.

Ele está longe de ser o primeiro modelo com motores laterais auxiliares para melhorar a velocidade, mas a implementação do design parece inovadora. As hélices menores, por exemplo, são montadas atrás das asas, paralelas ao fim da cabine. Isso deixa a aeronave mais segura para os passageiros e também reduz a quantidade de barulho no interior.

As hélices menores são montadas atrás das asas

A aerodinâmica do novo helicóptero também foi toda repensada, e ele tem uma aparência bem mista, algo entre helicóptero e jato. A Airbus prevê na patente que, no futuro, pretende criar uma versão com turboélices no lugar dos motores tradicionais para o auxílio, o que deve melhorar ainda mais ao desempenho no que tange a velocidade do modelo.

Da forma que está previsto na patente, ele deve ultrapassar a velocidade de 472 km/h, o que é uma marca realmente impressionante para a categoria. Modelos modernos mais tradicionais de helicópteros não passam dos 250 km/h e precisam voar de forma bem inclinada para isso. O novo aparelho da Airbus não precisaria desse truque.

Como se trata de uma patente, não há como prever quando ou se ele um dia será produzido comercialmente, muito menos quanto deve custar. De qualquer maneira, ele pode ser uma solução bastante popular entre os helicópteros comuns e os tilt-rotors.