Você gosta e entende de eletrônica? Saiba que, segundo um novo projeto no Kickstarter, agora ficará mais fácil construir as suas próprias placas de circuito. O Voltera V-One dispensa o uso de pasta de solda e refusão, permitindo que você conceitue e crie os seus produtos a partir de uma impressora 3D.

O projeto havia aparecido pela primeira vez ao público durante a CES 2015. E agora, já no mês seguinte, a Voltera está aceitando encomendas de sua impressora 3D. Essencialmente, o item que já ganhou mais de US$ 258 mil (R$ 720 mil) no Kickstarter — a meta era de US$ 70 mil (R$ 200 mil) — é uma fábrica caseira e sofisticada de placas de circuito.

De acordo com a Voltera, as vantagens da impressora 3D começam desde a criação das placas. Isso porque não é necessário o contato com químicas perigosas ou enviar projetos para alguma empresa especializada e esperar por semanas a volta — e ainda gastar um dinheirão.

Como funciona

A V-One recebe o arquivo que você criou e então, utilizando uma tinta condutiva e uma tinta isolante, cria traços e vedações entre as camadas, respectivamente. A impressora tem apenas um botão e o cartucho de tinta liga e desliga magneticamente. O processo, do começo ao fim, é bem simples: o próprio software guia o usuário passo a passo e lida com todas as conversões de arquivos.

Algumas características da Voltera V-One foram elencadas pela própria fabricante para o futuro dono entender quais as suas vantagens. Entre elas, as fabricantes de placas caseiras são muito mais caras para o usuário final. Isso porque é necessário pagar pela própria aparelhagem, por taxas e estêncis, expedir pedidos, entre outras dificuldades.

Se você ficou interessado, o preço mínimo da Voltera V-One no Kickstarter é de US$ 1,2 mil (R$ 3 mil). Contudo, esta oferta já está esgotada, restando as encomendas de US$ 1,4 mil (R$ 4 mil). As entregas das impressoras 3D serão feitas entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016.

Cupons de desconto TecMundo: